Entrevistas


23 Feb 2024

Após estrear no Carnaval de Salvador, Luciana Gimenez revela planos e projetos para 2024: 'Vou com tudo'

Depois de curtir o Carnaval de Salvador pela primeira vez, a apresentadora e empresária Luciana Gimenez conversou com o Alô Alô Bahia e contou alguns planos que pretende colocar em prática ainda em 2024.

Estreante na folia soteropolitana, a apresentadora contou ainda que pretende retornar à cidade para conhecer e aproveitar mais a capital baiana

Clique aqui e participe do canal do Alô Alô Bahia no WhatsApp

"2024 vai ser o ano do meu podcast, o Bagaceira Chique. Agora vou com tudo", anuncia Luciana. O projeto é descrito como "um mix de sala de estar com fim de festa de família" e já recebeu convidados como Silvia Abravanel, Roberto Justus e MC Daniel. 

No Bagaceira, Luciana promete todo tipo de assunto: família, viagens, amigos, curiosidades, histórias e experiências de vida, tudo isso em conversas com convidados especiais.
 
Um outro plano que está no radar da apresentadora é voltar às telas em outra posição: a de atriz. "Estou com muita vontade de voltar a atuar. Streaming é uma coisa que eu também estou querendo fazer. Já fiz e agora quero continuar", contou. Em 2019, Luciana participou da série "Samantha!", da Netflix
 
A Luciana Gimenez modelo também tem um espaço garantido nos projetos de 2024. "Gostaria muito de fazer umas capas de revistas novas,
umas coisas que não fiz muito ano passado, por causa da correria", planeja.

Para os fãs, Luciana também disse que o SuperPop, programa que ela apresenta na RedeTV! deve ter novidades. "A gente vai dar um gás no SuperPop esse ano. Mas quando o time está ganhando a gente não mexe muito. E como o programa tem uma flexibilidade, a gente vai trabalhando semanalmente o que está em alta, quais são as pautas e pensando novidades bacanas", garante.

Carnaval
 
Acostumada ao Carnaval carioca, a apresentadora observou diferenças no jeito especial da festa em Salvador. "No Carnaval do Rio, eu não fico muito na rua. A gente vai mais para o Sambódromo, então não tem esse contato direto com o público. Em Salvador eu achei uma energia incrível, eu estava em cima do trio da Ivete [Sangalo], do trio do Bell Marques, e ver aquela multidão de gente. Depois eu consegui ver as pessoas que eu amo, tipo Claudia Leitte. Realmente uma loucura. A quantidade de gente é muito bonita de se ver".
 
"Especialmente depois de a gente ter passado pela dificuldade que foi o Covid, ver todo mundo se relacionando, conversando, pulando e dançando dá um prazer único. Eu amei", registra.
 
As impressões da festa, ela conta, foram marcantes de várias formas. "Eu amei o Carnaval de Salvador, achei tudo muito organizado. Curti muito o Camarote Salvador, encontrei muita gente linda, muita gente interessante, pessoas que eu já não via há bastante tempo. E quando acabou a festa, também fiquei muito impressionada. No dia seguinte, quarta-feira de cinzas, a cidade já estava limpa e organizada. Para mim, foi tudo bem especial".
 
JGAIYEG.md.jpg

Luciana também esteve no tradicional Expresso 2222, e curtiu shows dos grandes nomes da música baiana que desfilaram por lá.

JGAztLu.md.png

Embora já conheça bem - e seja apaixonada pela Bahia - Luciana garante que Salvador ganhou um lugar especial em seu coração. "Eu amo a Bahia, empre vou a Trancoso. E agora que conheci Salvador, vai ser o meu próximo destino. Eu não tive esse tempo todo pra curtir as praias, os restaurantes, mas já tive um gostinho de quanto bonito é", declara, já planejando a próxima temporada por aqui. 

 Fotos: Reprodução/Instagram | Jefferson Peixoto e Elias Dantas /Alô Alô Bahia | ​Caio e Thiago Duran / Camarote Salvador

Leia mais notícias na aba Notas. Acompanhe o Alô Alô Bahia no TikTok. Siga o Alô Alô Bahia no Google News e receba alertas de seus assuntos favoritos. Siga o Insta @sitealoalobahia, o X (antigo Twitter) @AloAlo_Bahia e o Threads @sitealoalobahia.

16 Feb 2024

Em Salvador, Juliana Paiva diz que 'zerou o game do Carnaval' depois de subir no trio de Ivete Sangalo

A atriz Juliana Paiva esteve no Camarote Salvador neste domingo (11) e falou sobre sua relação especial com Salvador. Ao Alô Alô Bahia, a atriz, que já morou em Lauro de Freitas, disse que "zerou o game do Carnaval" ao subir no trio de Ivete Sangalo, uma das grandes atrações do Circuito Dodô (Barra-Ondina).

Clique aqui e participe do canal do Alô Alô Bahia no WhatsApp
Famosos curtem segundo dia do Bloco Coruja no Barra-Ondina; veja fotos
"Sou apaixonada pela Bahia. Morei três anos aqui, no início da minha adolescência, em Lauro de Freitas, Vilas do Atlântico. Então, tenho uma sensação de pertencimento quando eu venho aqui, sabe? E desde 2017 eu não curtia o Carnaval do Salvador", contou.

juliana
Juliana disse que, depois de tanto tempo, sentiu saudades do axé soteropolitano e aproveitou a chance para apresentar a festa ao namorado, o empresário paulista Danilo Partezani: "Hoje a gente teve um dia mágico. Acho que zeramos o game com 'Mainha' macetando tudo. Foi ótimo!".

julianapaixa2
Depois de dois dias de Carnaval na cidade, o plano de Juliana é tirar um dia para descansar com o namorado. "Quero um dia tranquilo, vamos ver se a gente vai pegar uma praia e tal", disse Juliana, que já deve retornar na terça-feira (13) para as gravações de "Família É Tudo!", próxima novela das 19h da TV Globo.


* Colaborou Naiana Ribeiro. Fotos: Elias Dantas e Jefferson Peixoto/Alô Alô Bahia.

Leia mais notícias na aba Notas. Acompanhe o Alô Alô Bahia no TikTok. Siga o Alô Alô Bahia no Google News e receba alertas de seus assuntos favoritos. Siga o Insta @sitealoalobahia, o X (antigo Twitter) @AloAlo_Bahia e o Threads @sitealoalobahia.

11 Feb 2024

Patrocinador do Carnaval de Salvador, CEO do iFood destaca importância do evento: 'Todo o Brasil tem que conhecer'

CEO do iFood, o empresário baiano Fabrício Bloisi exaltou o Carnaval de Salvador e declarou que o país inteiro merece conhecer a festa que é realizada na cidade. Em entrevista ao Alô Alô Bahia neste sábado (10), durante um almoço que reuniu empresários e patrocinadores do evento no Restaurante Amado, ele avaliou a parceria como um sucesso. Fabrício ainda comentou sobre a parceria com o Expresso 2222. Em 2024, o camarote conta com patrocínio master do iFood.  

Clique aqui e participe do canal do Alô Alô Bahia no WhatsApp

"Ontem foi super legal, a gente trouxe vários convidados do ecossistema iFood, mas, mais do que isso, pessoas de todo o Brasil que vieram conhecer o Carnaval de Salvador. Eu sou parcial, pode ser, mas como baiano, eu acho que todos os brasileiros deviam saber e acompanhar mais o Carnaval de Salvador. Então, o iFood não só está investindo aqui, como está investindo em contar essa história, trazendo gente para vir aqui conhecer. E eu acho que a gente começou a falar mais do Carnaval nacionalmente ontem. Hoje continua muito mais, a gente vai estar, inclusive, junto com o TikTok, contando o Carnaval de Salvador para um monte de gente fora daqui, para que todo mundo venha para Salvador nos próximos anos", avaliou em conversa com o portal. 
J1ji0rB.md.jpg
 Fabrício Bloisi e Bruno Reis. 

iFood agita Carnaval de Salvador como patrocinador oficial da cidade e de grandes blocos

O iFood, esse ano, é patrocinador oficial do Carnaval de rua de Salvador e dos principais blocos da cidade. Além disso, a empresa apresenta o tradicional Camarote Expresso 2222, na capital baiana. Para garantir que os foliões aproveitem esse momento cultural tão importante e expressivo para os brasileiros, a empresa desenvolveu uma série de experiências e brindes exclusivos para a data.
 
“O iFood é uma empresa brasileira e seguimos fortes na nossa missão de estar próximos dos brasileiros nos momentos mais icônicos que celebram a cultura nacional. Este ano, com os patrocínios do Carnaval, vamos fomentar o uso do delivery no pré e pós folia, pois sabemos que o iFood entrega conveniência e comida boa a preços acessíveis”, afirma Ana Gabriela Lopes, diretora de marketing do iFood. “A alegria e energia nesse período de Carnaval são nossas grandes aliadas para gerar conexões e mostrar que o iFood é Brasileiro, Bom e Barato, assim como o Carnaval”. 
 
Com os patrocínios, o iFood solidifica sua presença de marca alegrando os foliões ao mesmo tempo que apoia a economia criativa em volta do Carnaval. “Nós entendemos que esse tipo de investimento contribui e impacta substancialmente na economia local, incentivando o empreendedorismo, a cultura e as artes”, completa a executiva.
 
Para reforçar a conexão com o público, o iFood está patrocinando o Carnaval da cidade de Salvador, que acontece entre os dias 08 e 13 de fevereiro. Entre os coletivos icônicos de SSA estão o Crocodilo: Daniela Mercury, Coruja: Ivete Sangalo, Camaleão/Vumbora: Bell Marques, Cortejo Afro, Carlinhos Brown, Ilê Aiyê, Filhos de Gandhy e Bloco do Alok. 
J1jsdEQ.md.jpg
João Sabino, Fabrício Bloisi, Bruno Reis e Cecília Lanat. 

Além disso, o iFood apresenta o Camarote Expresso 2222, com o objetivo de celebrar a cultura, suas raízes brasileiras e estimular a economia criativa nacional, gerando renda e proporcionando visibilidade para pequenas e médias empresas, fortalecendo a economia local em sua totalidade.
 
Essa será a segunda vez que a empresa estará presente em um espaço tão tradicional da cultura baiana após sua estreia em 2023. Mas, diferente do primeiro momento, esse ano o app favorito da galera aposta em uma presença ainda mais forte no Camarote com interações com artistas, cenografia e outras ativações de marca.
 
Durante o período, a empresa distribuirá aos foliões as queridinhas viseiras da marca e para embalar a festa o jingle que encantou os carnavalescos no ano passado, o “Tá de Rango” na voz de Carlinhos Brown está de volta.

Fotos: 
 

Publicado por Matheus Simoni. Foto: Elias Dantas/Alô Alô Bahia

Leia mais notícias na aba Notas. Acompanhe o Alô Alô Bahia no TikTok. Siga o Alô Alô Bahia no Google News e receba alertas de seus assuntos favoritos. Siga o Insta @sitealoalobahia, o X (antigo Twitter) @AloAlo_Bahia e o Threads @sitealoalobahia.

11 Feb 2024

'Salvador é uma praça vitrine no Carnaval do Brasil', afirma Ana Gabriela Lopes, Diretora de Brand Marketing do iFood

iFood é uma empresa genuinamente brasileira, que têm como marca de sua cultura inovar em tudo que faz. O Alô Alô Bahia conversou com Ana Gabriela Lopes, Diretora de Brand Marketing e Insights do iFood, para falar sobre as estratégias da empresa no Carnaval de Salvador. 

Clique aqui e participe do canal do Alô Alô Bahia no WhatsApp

Em 2024, o iFood é patrocinador oficial do Carnaval de Salvador, além de apoiar o tradicional Camarote Expresso 2222, espaço para convidados da Família Gil, e mais 10 blocos pela cidade. "Salvador é uma praça vitrine no Carnaval do Brasil. A festa na capital baiana contagia e congrega milhares de pessoas", ressalta a gestora, que veio para a folia baiana acompanhada do CEO do iFood, o empresário baiano Fabricio Bloisi.

WhatsApp Image 2024 02 11 at 00.51.36
Em conversa com o portal, Ana Gabriela detalha as ações do iFood nos circuitos da folia, fala sobre o patrocínio ao Big Brother Brasil e revela novidades previstas para o ano.

CONFIRA ENTREVISTA COMPLETA:
 
  • Alô Alô Bahia (AAB): O iFood escolheu Salvador para investir em blocos de rua. Qual a importância do mercado baiano para vocês?
Ana Gabriela: Salvador é uma praça vitrine no Carnaval do Brasil. A festa na capital baiana contagia e congrega milhares de pessoas. Segundo dados da Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA) e das prefeituras, a Bahia registrou 2,7 milhões de turistas no período do carnaval de 2023. A alegria e energia nesse período de Carnaval são nossas grandes aliadas para gerar conexões e mostrar que o iFood é Brasileiro, Bom e Barato, assim como o Carnaval.

Em 2024, somos o patrocinador oficial do Carnaval da cidade de Salvador, além de, também, patrocinar o tradicional Camarote Expresso 2222 e mais 10 blocos da cidade, nos associando aos artistas protagonistas da festa, entre eles, Ivete Sangalo, Bell Marques, Daniela Mercury e Alok. Continuamos com nossa parceria em música com o Carlinhos Brown e estamos presentes em blocos tradicionais e muito fortes na cultura do estado, como o Ilê e Cortejo Afro.

Queremos manter a estratégia de apoiar e valorizar momentos de relevância cultural, continuar com a consistência e presença em uma das principais cidades do Carnaval do Brasil, reforçar a alta visibilidade e protagonismo nas praças e fortalecer o relacionamento.
 
  • AAB: Quanto o iFood vai investir no Carnaval de Salvador?
AG: Esse é o nosso segundo ano aqui em Salvador, diferente de 2023 estamos também com o patrocínio ao Carnaval da cidade de Salvador. Todo nosso investimento no carnaval cresceu 11% comparado ao ano anterior, considerando as três praças de atuação: São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador. O patrocínio oficial do Carnaval da cidade de Salvador, nos permite mais autonomia de exposição de marca. O patrocínio ao carnaval de Salvador é um investimento que reforça a celebração da cultura local, mas também estimula a economia criativa, gerando renda e proporcionando visibilidade, além de solidificar o compromisso em enriquecer uma das mais significativas expressões culturais do Brasil.

ana
  • AAB: Como estão sendo as ações da marca nos circuitos durante o Carnaval?
AG: Sendo uma marca brasileira, nada melhor do que estar próximo do nosso público nos momentos preferidos, como é o caso do carnaval, que é uma verdadeira paixão nacional dos brasileiros. Em Salvador, o iFood está tendo grande exposição da marca em toda a cidade e também está fazendo diversas ativações para contagiar os foliões, gerando experiências da concentração ao momento de dispersão, como distribuição das queridinhas viseiras, um brinde muito procurado pelos foliões. A música que encantou os carnavalescos no ano passado, o “Tá de Rango” — na voz do brasileiríssimo Carlinhos Brown — está de volta, além de ações e ativações no Camarote 2222.
 
  • AAB: Pelo quarto ano seguido, o iFood está presente na casa mais vigiada do Brasil. Só que, dessa vez, como patrocinador oficial, participando de provas. A expectativa é tornar a plataforma mais conhecida em todas as classes sociais?
AG: O nosso patrocínio ao Big Brother Brasil, um dos principais programas de entretenimento da TV brasileira, serve como uma grande vitrine que contribui para que a gente amplifique ainda mais a nossa conexão com o nosso ecossistema, composto por entregadores, estabelecimentos parceiros e clientes. Estamos reforçando a mensagem Brasileiro, bom e barato que tem como objetivo evidenciar que o iFood é uma plataforma acessível para os diversos perfis de clientes, com refeições de qualidade a bom preço. No BBB, estaremos presentes em diferentes momentos importantes da casa, como participação em provas e atividades rotineiras do programa, como festas e ativações pontuais.

clube ifood gkpb banner
  • AAB: O participante baiano, Davi, venceu uma das provas do iFood no programa. Pode falar um pouco sobre o prêmio que ele vai receber por um ano?
AG: Estávamos ansiosos para estrear oficialmente nossa marca em uma prova do BBB 24, e não tinha como ser de outra forma senão com o Clube iFood, nosso programa de benefícios que foi criado há três anos com intuito de trazer economia para os clientes do app. A parceria do iFood com Big Brother Brasil 24 deve render ainda muitos benefícios para os participantes e para o público.

Os participantes Davi e Giovanna Pitel, que chegaram ao topo da escada e se livraram do paredão na prova bate e volta, conquistaram um ano de assinatura do Clube iFood e R$5 mil em cartão presente do iFood para usar no app como quiser. Além disso, após a prova, disponibilizamos 60 dias de assinatura grátis do Clube iFood para novos membros. O link para a oferta ficou disponível até o dia 31 de janeiro, três dias após o acontecimento da prova. 

bbb 24 primeira prova bate e volta conta com alane davi juninho luigi e pitel 1706497083128 v2 900x5
  • AAB: A iFood chegou a Salvador há mais de dez anos, nesse período, quanto os negócios da plataforma cresceu no estado? O serviço já é oferecido em quantas cidades baianas?
AG: Salvador é uma das cidades estratégicas do iFood, com isso ela sempre está contemplada para receber as nossas iniciativas.  Foi em Salvador, por exemplo, que lançamos, em junho de 2023, o iFood Acredita, Programa de Aceleração ao Empreendedorismo para Pessoas Pretas no iFood. Mais de 300 parceiros receberam consultoria gratuita de performance, treinamentos de gestão e operação. Além disso, os empreendedores tiveram acesso facilitado a uma linha de crédito com tarifas reduzidas.

Também em Salvador, estivemos presentes, em novembro, no Festival Afrofuturismo, com o Espaço Vila Ifood, um espaço onde foram realizadas palestras e que abrigou uma área de alimentação formada por afroempreendedores que participaram ou estão participando do iFood Acredita. 
 
  • AAB: Quais as novidades previstas para este ano?
AG: Para reforçar ainda mais nossa brasilidade, pretendemos continuar investindo em experiências e nos grandes eventos culturais do país. Essa estratégia vem rendendo bons resultados para a marca. 
Para 2024, vamos reforçar essa estratégia estando presente em momentos únicos junto aos brasileiros. Continuaremos investindo  em eventos e festividades, que celebram momentos importantes e tradicionais do país, vão ao encontro do nosso objetivo de fortalecer que o iFood é brasileiro  e criar conexões genuinas com às pessoas
 
  • AAB: Para o iFood, qual a importância de ter feito parte do Alô Alô Folia?
AG: Patrocinar e fazer parte do Alô Alô Folia, festa que é considerada como uma das principais de abertura do Carnaval de Salvador, é muito significativo para o iFood. Atrelar nossa marca ao evento que recebe mais de 300 convidados e tem uma grande relevância na Bahia, reforça nosso apoio a cultura e os momentos importantes da cidade de Salvador. Nosso objetivo é engajar e criar, por meio dos patrocínios aos eventos culturais populares e alegres, uma conexão emocional entre o iFood e seus usuários, promovendo uma fidelidade maior e uma experiência mais satisfatória.


Fotos: Jefferson Peixoto/Alô Alô Bahia e Reprodução/Globoplay.

Leia mais notícias na aba Notas. Acompanhe o Alô Alô Bahia no TikTok. Siga o Alô Alô Bahia no Google News e receba alertas de seus assuntos favoritos. Siga o Insta @sitealoalobahia, o X (antigo Twitter) @AloAlo_Bahia e o Threads @sitealoalobahia.

2 Feb 2024

‘Fotógrafo, Publicitário e Sonhador’: conheça Ivo Tavares, artista visual que registra em vídeos a poesia de Salvador

Se você gosta de ver vídeos curtos, os reels do Instagram, provavelmente já esbarrou em algum conteúdo feito por ele. Ivo Tavares, 28 anos, é um artista audiovisual soteropolitano e cria publicações que celebram a cultura, a poesia e as belezas de Salvador.
 
Ao Alô Alô Bahia, Ivo contou sobre suas origens, inspirações, planos para o futuro e como seus conteúdos viralizaram nas redes sociais.

Clique aqui e participe do canal do Alô Alô Bahia no WhatsApp
   
“Nasci lá no final de linha da Capelinha, bairro periférico de Salvador. Por um tempo, tive vergonha de dizer isso, mas hoje digo com orgulho: foi de lá que eu saí, foi lá que eu fui criado. Morei até os meus 27 anos e é um lugar efervescente culturalmente”, conta, listando uma série de atrativos culturais e característicos do lugar, sem esquecer dos problemas estruturais da região.
 
“Tem a Capelinha do Forró, que é um sucesso, quem não sabe o que é, procure saber”, brinca. “Foi de Capelinha que saiu a Harmonia do Samba. É lá que tem o Picolé Capelinha, o melhor picolé que existe na Bahia. E tem muitas outras pessoas e personalidades locais que dão o tom e o ritmo do local. Apesar de ser um lugar marginalizado e descartado pelas políticas públicas e que tem uma estrutura de urbanismo péssima para quem vive lá”, diz.
 
Para ele, o lugar onde nasceu e cresceu é parte fundamental de sua identidade - e do seu trabalho.
 
A fotografia entrou na vida do publicitário em 2016, no mesmo ano em que ele começou a faculdade. E por meio de uma grande referência: a também fotógrafa baiana Amanda Tropicana. “Ao trabalhar com Amanda e admirar muito o trabalho dela na fotografia, que é um fotojornalismo muito conectado com Pierre Verger e fotógrafos clássicos daqui, ela me incentivou e me inspirou bastante. Depois disso, fui caminhando por outros lugares, conhecendo outros artistas e me inspirando e moldando minha forma de produzir a minha fotografia, a definir o meu olhar fotográfico”, relembra.
 
O ingresso na faculdade de Comunicação foi, também, um momento de descobrir lugares em Salvador. Essa descoberta veio acompanhada dos primeiros registros. “Na época que eu comecei a fazer a faculdade, eu comecei a circular por Salvador com mais liberdade, com mais conhecimento para todos os novos lugares e eu comecei a fotografar com o celular, principalmente dentro de ônibus. Depois disso, fiz uma formação, juntei dinheiro junto com minha mãe pra poder comprar uma câmera e dei início a essa grande paixão, que hoje é meu principal combustível: a fotografia”.
 

“Tenho a fotografia como o eixo central de minha arte. Óbvio que ela está diretamente conectada com o áudio visual, até porque a fotografia vai além de um registro, de um retrato, de uma foto em si. Fotografia está na gravação de um vídeo, no cinema, na novela, em formas que a gente nem imagina. E foi estudando isso que entendi a abrangência dessa arte que eu amo tanto”, conta.
 
Inspiração
 
A relação com o território, seja o local ou a própria cidade onde mora, é um fator de grande influência no trabalho de Ivo. E tudo começou com a observação das características do bairro onde cresceu. “Enquanto eu morava na Capelinha, meu principal motivador e inspiração eram as pessoas e aquele lugar. Eu queria registrar aquela realidade, compartilhar com a sociedade o dia a dia de um lugar periférico que tem seus desafios, que tem seus problemas, mas que também tem sua beleza no seu cotidiano, na sua rotina. E assim eu fiz. A partir do momento em que me mudei para outro lugar da cidade, passei a registrar também essa outra realidade, também a beleza das pessoas, mas em novos lugares. E aí eu passei a pensar de uma forma diferente também, esses roteiros e essa forma”. 
 
Entre essas novas formas, surgem os reels, os vídeos curtos do Instagram. Embora continue se apresentando como fotógrafo e ainda ame a fotografia tradicional, Ivo se entregou à nova linguagem. “Minha maior concentração de trabalho e esforço está justamente na captação, roteirização, edição e postagem dos meus vídeos. E essa ideia veio de outras fontes artísticas com as quais tenho muita conexão:  a música e o cinema”.
 
Nesse momento, Ivo conta que se deparou com formatos que já existiam e circulavam nas redes. “Reels de música já tinha várias pessoas fazendo, com trechos de cinema também. E não era o que eu queria fazer. Até fiz por um tempo influenciado pelo que diziam os indicadores de algoritmo, que daria engajamento. Mas não funcionou comigo", relembra.

Em busca da linguagem que melhor representasse sua arte, Ivo uniu as paixões: cinema, música e, claro, fotografia. “Aí comecei a unir poesia, trechos, falas que pra mim são emblemáticas, seja de um filme, de uma entrevista ou de uma conversa, com músicas que se conectam com essa fala inicial. E assim eu criei, defini a minha forma artística de me expressar através dos reels. Normalmente, o meu reels  é pensado a partir da música. Depois vou em busca da frase complementar e aí faço o casamento com as imagens que registro ao longo da semana, saindo por Salvador”, contou.
   
Repercussão
 
Para o artista, a viralização de seus trabalhos nas redes transformou sua própria percepção sobre arte e beleza. “A fotografia, a minha arte, me deram a possibilidade de ver de uma forma diferente a realidade da minha cidade, sem olhar apenas para os pontos turísticos. Eu vivia muito na bolha da minha comunidade, tinha uma certa rejeição às dificuldades daquele lugar, e não quero dizer que encontrei uma forma de ver beleza no problema. Construí uma forma sensível, delicada, de exibir, expor e compartilhar a realidade desse lugar que é marginalizado, que não é notado nem percebido, que não aparece em capas de jornais quando se fala de coisas boas. E comecei a trazer a beleza desse povo, dessa cultura, essa vista”.
   
Segundo Ivo, o trabalho começou a viralizar durante a pandemia de Covid-19, mas apenas de forma pontual. “Alguns trabalhos tinham destaque, mas isso não se revertia em uma sequência de conteúdos engajados ou em um volume grande de seguidores”. Foi com a consolidação do estilo autoral que o engajamento começou a ganhar volume nas redes. A trilha sonora da cantora Maria Bethânia ajudou no processo, conta. 
 
Nas redes sociais, os números de visualizações, curtidas e comentários dos reels poéticos de Ivo impressionam. Inclusive, ele comenta, contrariando a lógica tradicional das fórmulas de engajamento. “Um dos vídeos com maior repercussão do meu perfil foi feito com a junção de uma fala de um filme que cita Bethânia e com uma música dela. Este vídeo me recompensou desde o momento da concepção criativa”. 
 
“Esse é um dos que foram de encontro ao que dizem sobre vídeos curtos serem ‘melhores’ para engajamento. Esse material já acumula mais de 1.3 MI visualizações, mais de 90 mil curtidas e mais de 15 mil compartilhamentos e a conta ainda continua, pois esse vídeo recebe interação quase que diariamente desde a sua publicação”, contabiliza. Entre as interações, uma ilustre chama atenção. O perfil de Maria Bethânia, de quem Ivo é fã, curtiu o vídeo e deixou um comentário.
 
“Outro trabalho simbólico e que teve ótima recepção é um vídeo que fiz dedicado às minhas amizades e o conteúdo acabou virando corrente de compartilhamento entre amigos. São mais de 100 mil curtidas e mais de 40 mil compartilhamentos. Se cada pessoa que compartilhou apenas este vídeo estivesse no mesmo lugar, eu lotaria a Fonte Nova”, exemplifica. 
   
Entre celebridades que curtem o trabalho de Ivo e já o parabenizaram pela arte, o fotógrafo cita as baianas Monique Evelle e Rita Batista. “São dois nomes de pessoas que eu admiro bastante, entre muitas outras que estão conhecendo meu trabalho e me impulsionando a continuar fazendo e crescendo também”.
 
Nem tudo são likes e comentários nos vídeos. Um  dos trabalhos citados por Ivo como um de seus preferidos é uma fotografia carregada de simbologia e significado.
   
“Essa é a foto da minha vida. Esse trabalho, que chamo de ‘o voo’, não foi selecionado em nenhum prêmio, não chegou em grandes veículos e só foi comercializado em quadro uma única vez. Mas ela tem uma singularidade rara, e um significado extremamente especial pra mim. Além de ser minha foto preferida entre todas, eu a fiz num dia que pensava em desistir da carreira artística e esse clique veio como um recado de Deus para que eu não parasse”. 
 
“Já ganhei algumas vezes o título de melhor clique da semana por uma das maiores marcas de câmera fotográfica do mundo, a Canon. Durante a pandemia, meu trabalho foi selecionado pela curadoria do portal Mídia Ninja, e minha foto foi projetada em prédios e ocupações do Brasil inteiro, junto com outros artistas incríveis também. Além disso, eu passei a ter contato com pessoas que eu admirava de longe e devo tudo à minha arte”, reconhece. 
 
Futuro
 
Ivo, que planeja, roteiriza, fotografa e edita sozinho os reels que publica, confessa não ter metas rígidas para 2024. “Quero sempre que o próximo vídeo surpreenda, chegue em pessoas novas e que muita gente seja tocada por minha arte, quero que elas se encantem”.
 
Entretanto, revela alguns desejos. “Faço meus vídeos com músicas que escuto de verdade  e que fazem parte do meu dia a dia. Acredito que a vida tem trilha sonora e as músicas que compartilho nos meus vídeos são trilha sonora da minha vida. Então, eu quero que Ivete Sangalo veja os vídeos que eu fiz para ela, quero que Caetano Veloso assista, goste e me chame para ir no samba na casa dele. Quero ser notado por essas pessoas e fazer parte disso”.
 
“E que 2024 seja só o início de uma fase de crescimento da minha arte”, finaliza. Como em anos anteriores, Ivo fez um vídeo especial para celeberar o dia de Iemanjá, festa tradicional na Bahia. E, como não poderia deixar de ser, a trilha sonora fica por conta de Maria Bethânia.
 
Fotos: Reprodução/Instagram. 

Leia mais notícias na aba Notas. Acompanhe o Alô Alô Bahia no TikTok. Siga o Alô Alô Bahia no Google News e receba alertas de seus assuntos favoritos. Siga o Insta @sitealoalobahia, o X (antigo Twitter) @AloAlo_Bahia e o Threads @sitealoalobahia.

26 Jan 2024

Conheça Renan Estivan, criador de tapeçarias que bombaram na São Paulo Fashion Week

Renan Estivan, de 29 anos, embora não seja baiano, carrega tanto a cultura quanto a identidade da Bahia em suas obras de tapeçaria. Recentemente, um de seus trabalhos, a saia Território-Real, viralizou na passarela da São Paulo Fashion Week, no desfile da marca baiana Dendezeiro, comandada por Hisan Silva e Pedro Batalha.
 
Em entrevista ao Alô Alô Bahia, Renan contou sobre seu trabalho, inspirações e trajetória.

Clique aqui e participe do canal do Alô Alô Bahia no WhatsApp
 
Nascido em São Caetano do Sul, na região do ABC Paulista, Renan se mudou para Salvador em 2018, após terminar a faculdade de Design, em Bauru. Seu trabalho com a arte têxtil começou na pandemia, com bordados.
 
“Eu percebi que tinha um problema na técnica de bordado, que era a escala. O bordado é uma técnica manual muito trabalhosa, e eu queria aumentar a escala das minhas obras, fazer coisas maiores, em maior número, e, para isso, eu teria que terceirizar a mão de obra do bordado, o que é um problema. Passei a pesquisar as técnicas mais contemporâneas de arte têxtil e me deparei com a tufting gun, que é o instrumento que eu uso, essa pistola de tufagem. É uma técnica chinesa que viralizou bastante do TikTok nos últimos anos e foi lá que eu achei. Comecei a pesquisar quais outros equipamentos eu precisava, planejei, comprei tudo, montei meu micro estúdio no meu quarto e comecei a experimentar com a tufagem”.
   
As tapeçarias de Renan retratam histórias e inspirações homoeróticas, com foco em corpos masculinos. Ele se inspira em nomes brasileiros como Hudinilson Júnior, artista multimídia, Leonilson, pintor, desenhista e escultor, Alair Gomes, fotógrafo carioca, a quem considera sua maior referência estética/poética, e o fotógrafo americano Tom Biancchi. Todos estudam e registram, em suas obras e linguagens artísticas, corpos masculinos e suas interações.

“Trago muito dessa poética hiper sensitiva, sensível, dos amores homoafetivos, mas também da observação desses corpos. E me inspiro muito na cidade onde vivo, no contexto em que me insiro, nas minhas histórias, em situações marcantes para mim”, explica. Para ele, a tapeçaria é a tela ideal por causa da sensibilidade tátil que pode ser despertada pelas lãs. 
   
Como todo artista, Renan confessa que explicar o seu processo criativo não é fácil. A partir da inspiração nos corpos masculinos e em suas vivências, ele cria as narrativas das tapeçarias.
 
“As minhas inspirações normalmente vêm de cenas cotidianas ou de passagens da minha vida que eu consigo traduzir em imagens. Há uma forte inspiração litorânea, que vem da cidade onde vivo, e eu gosto muito de retratar esses corpos, especialmente em tons de vermelho. Sempre tento fazer um paralelo dessas histórias com a possibilidade delas estarem em contato com o mar, com o sol, com esses elementos da natureza que tem bastante a ver com a minha poética”, explicou.
 
Renan diz que pensa suas tapeçarias como “atos de uma história” e que a narrativa pode ser construída em várias “telas” ou em trabalhos individuais.

“Eu começo sempre entendendo o tema que  quero trazer para a tapeçaria, a conversa que quero criar, e vou buscando referências visuais dentro de rascunhos, de ideias que já tenho. Um processo muito importante na minha criação é pensar nas cores, que são muito importantes. Vou desenhando assim a tapeçaria com essas formas e cores que surgem, de acordo com as ideias ou com os temas que quero retratar. O desenho que eu faço no papel no digital nunca vai ser exatamente igual ao final, porque vem a etapa de selecionar as lãs, o material mesmo que eu vou usar para confeccionar a tapeçaria. E as lãs têm uma textura muito única, então eu constantemente estou mudando as cores, alterando a ordem dos gradientes, porque só no contato com a lã tenho noção de como a tela vai ficar e, às vezes, acabo inspirando, pensando melhor, com o material na mão”.
 
Embora o trabalho de Renan seja relativamente novo, ele observa que já ganhou visibilidade e alcançou espaços de destaque, como a São Paulo Fashion Week.

“Foi uma realização muito grande porque eu pude fazer, criar para a moda, que é uma área que eu tenho bastante interesse. E os dois processos criativos foram bastante interessantes porque eu fui muito colaborativo com a Dendezeiro. E na segunda edição da São Paulo Fashion Week de 2023, que aconteceu em novembro, eu também fui convidado para expor as minhas tapeçarias no evento. Então, durante a semana toda de moda, tive minhas peças sendo expostas e foi uma oportunidade muito grande tanto para atingir mais pessoas quanto para experimentar nessa área da exposição. Foi bem legal”.

Na SPFW, um dos trabalhos de Renan que ganhou destaque foi a saia “Território-Real”, de impressionantes 50kg de tapeçaria.
 
 “É minha peça favorita e foi meu trabalho mais ambicioso até agora, porque é uma tapeçaria grande de dois por dois metros, nunca tinha feito algo tão grande assim e ainda não fiz algo maior. Foi muito desafiador pra mim por vários motivos, pelo tamanho, pelo desenho, pela proposta da Fashion Week e foi muito emocionante quando eu vi na passarela”, diz.
 
JcT1W2j.md.jpg
 
Com a repercussão da Fashion Week, os trabalhos de Renan começaram ainda mais atenção nas redes sociais, onde já costumava compartilhar vídeos do processo de tecelagem de suas obras. Em novembro de 2023, a influencer Malu Borges viralizou ao postar uma foto com um look moda praia exclusivo de tapeçaria de Renan, assinado pela grife baiana Dendezeiro.

“Quando a Malu Borges que é uma blogueira influente no mundo da moda usou essa peça foi muito legal porque furou a bolha e chegou em muita gente e é sempre interessante ver como públicos diferentes reagem ao que a gente faz”,
 
 
Para 2024, o artista diz que o plano é consolidar a marca e contar novas histórias. "Quero inovar nas apresentações das minhas tapeçarias, fazer coisas maiores e coisas diferentes do que eu tenho feito ultimamente. Contar novas histórias e colocar as histórias que eu já tenho no papel em forma. Quero continuar na moda, mas também é um desejo ver essa arte em galerias e museus".

Com sua arte, Renan acredita ser possível quebrar preconceitos - e aposta nisso para continuar criando as tapeçarias. "Acho que a arte, principalmente a minha arte, que tem temáticas eróticas, ela tem um poder muito grande quando está em contato com o público. Um poder de informação e de quebra de alguns preconceitos", finalizou.
 
Fotos:Reprodução/Redes sociais

Leia mais notícias na aba Notas. Acompanhe o Alô Alô Bahia no TikTok. Siga o Alô Alô Bahia no Google News e receba alertas de seus assuntos favoritos. Siga o Insta @sitealoalobahia, o X (antigo Twitter) @AloAlo_Bahia e o Threads @sitealoalobahia.

25 Jan 2024

De volta a Salvador, Pizane declara torcida para Davi no BBB 24: 'Quero que o prêmio venha pra casa'

De volta a Salvador, Pizane declara torcida para Davi no BBB 24: 'Quero que o prêmio venha pra casa'
Já de volta a Salvador após deixar a casa do BBB24, Lucas Pizane conversou com o Alô Alô Bahia e revelou que agora a sua torcida vai para o conterrâneo, o motorista de aplicativo Davi Brito. "Entre Davi e Bia, com certeza quero que o prêmio venha pra casa! Ele é um bom rapaz e espero que tenha maturidade emocional, apesar da pouca idade, para encarar com firmeza a experiência do programa. Que tudo dê certo!", disse.

Clique aqui e participe do canal do Alô Alô Bahia no WhatsApp

Recentemente, Davi alcançou a marca de 2 milhões de seguidores no Instagram. Antes de entrar para o programa, o baiano tinha apenas 50 pessoas na rede social. No momento, ele é um dos favoritos do público, ao lado de Beatriz Reis.
JcfATpS.md.png
No papo com o site, Lucas Pizane, de 22 anos, também comentou sobre os próximos passos na carreira musical, a programação para o Carnaval, sobre o que já fez e o que ainda pretende fazer em Salvador nesse retorno e, claro, se tem planos de ficar por aqui ou se deve ficar pelo Rio ou São Paulo.

Convidado por Márcio Victor para cantar no trio do Psirico, Pizane diz que ainda está se situando em relação à agenda do Carnaval e que ainda não teve contato com o cantor, mas espera não ter choque de agenda para conseguir participar. 
 
Depois da projeção nacional com o BBB, ele já está trabalhando nos planos de seguir cantando. Morador de Lauro de Freitas, o baiano já foi vocalista de duas bandas de música e hoje está em carreira solo, fazendo apresentações na noite de Salvador.

"Pretendo seguir o meu sonho e já estou trabalhando nisso, com montagem da banda e repertório, planejamento de lançamentos, criação de conteúdo. Não vejo a hora de dividir isso com o meu público e expressar a minha arte!", diz.

A ideia é se desenvolver na terra natal mesmo e ele não cogita morar no Sudeste. "Sou mais fiel a Salvador do que a meu barbeiro! Gosto muito da minha cidade e acho difícil que uma mudança aconteça", adianta.

Até o momento, o seu retorno foi marcado por um tempo para matar a saudade da família, da namorada e dos amigos. Segundo ele, a chegada foi para se reconectar consigo mesmo. "Lembrar de onde vim e receber amor", diz. "A única coisa que quero muito fazer e ainda não consegui é colar na Fonte para um jogo do Bahêa!", completa.
 
JcfTeVa.md.jpg
Fotos: Reprodução/Instagram e TV Globo

Leia mais notícias na aba Notas. Acompanhe o Alô Alô Bahia no TikTok. Siga o Alô Alô Bahia no Google News e receba alertas de seus assuntos favoritos. Siga o Insta @sitealoalobahia, o X (antigo Twitter) @AloAlo_Bahia e o Threads @sitealoalobahia.

22 Jan 2024

"É a Bahia": atriz de Renascer e Ó Paí Ó brinca com fama após bordão viralizar na internet

Quem circula pela internet de um tempo para cá já se deparou com um bordão que caiu no gosto popular: "É a Bahia!". Seja para descrever situações do cotidiano, reclamar de alguma coisa ou enaltecer algo tipicamente baiano, o meme que viralizou na internet tem em sua origem algo que já é queridinho do povo da Bahia.

Foi no intervalo entre uma gravação e outra de uma cena de Ó Paí Ó 2 que Edvana Carvalho, interpretando a personagem Lúcia, sacou o celular e gravou um vídeo com Rejane Maia, que interpreta uma baiana de acarajé desde o primeiro longa metragem. Veja:
Cerca de 15 segundos de vídeo foram o bastante para o bordão viralizar. Seja como figurinha no celular ou  em vídeo no Twitter, Edvana se surpreende com o alcance da brincadeira. "Menino, esse negócio do meme foi uma loucura", conta, em bate papo com o Alô Alô Bahia.

"Nesse [Ó Paí Ó] 2 não tem uma cena de Lúcia no tabuleiro da Baiana. E aí eu fiz brincando entre o intervalo de uma cena e outra e coloquei na rede como making of das filmagens de Ó Paí Ó 2 e bombou. Eu soube que eu estava bombando no Twitter, mais de 4 milhões de pessoas viram e mais não sei o quê, milhões de pessoas e não sei o quê. Antes eu era muito reconhecida por ter feito Ó Paí Ó e por ter feito Malhação, que tem um público muito jovem. Agora eu também estou sendo reconhecida por ser a menina do... 'É a Bahia'! E é muito legal, né? Porque eu adoro demais ser baiana", diz a artista. 

Clique aqui e participe do canal do Alô Alô Bahia no WhatsApp

Lúcia é uma das personagens que retornaram à cena nas telonas na sequência de Ó Paí Ó. Após quase 16 anos de diferença entre os dois filmes, o público colaborou para o segundo filme ser bem aceito.

"As pessoas esperavam demais por um segundo [filme] e muitas coisas aconteceram, pandemia, mudança de política, e aí a gente só conseguiu fazer agora. Eu acho que a receptividade do público foi bem boa e nós estamos muito felizes por poder fazer isso, trazer esses personagens à tona de novo. É indiscutível que Ó Paí Ó foi uma porta que se abriu para todos nós, né", afirmou.
Jagzu24.md.png


Atriz, poetista, apresentadora, ativista e educadora brasileira, Edvana, que está desde o início do Bando de Teatro Olodum, também vai ser assunto por um bom tempo, desta vez pelo seu trabalho na televisão. Ela dará vida a Inácia no remake de Renascer, nova novela das nove da TV Globo. Guardiã e devota de José Inocêncio, ela é descrita como sensitiva, colecionando premonições que salvaram a vida das inúmeras tocaias sofridas.

"Mais que tudo, ela vai falar de amor, de amor ao próximo, de aceitar o outro. Tem uma diversidade religiosa dentro da novela que está trazendo isso. Tanto que Inácia vai defender as religiões de matriz africana num segundo momento", conta Edvana. Ela reforça a retratação da parte religiosa da novela como um dos trunfos do remake da trama original de Benedito Ruy Barbosa. "Tem o pastor Lívio e tem o padre Santo. Então, são três segmentos religiosos conversando com amor e respeito. Isso pra mim é muito lindo", reforça.
JagCgzg.md.png

Nesta nova versão, o neto de Benedito Ruy Barbosa, Bruno Luperi, é responsável pelo texto, com direção artística de Gustavo Fernández, que repetem a dobradinha de "Pantanal", remake exibido em 2022. Na primeira versão de Renascer, exibida em 1993, Inácia foi interpretada por duas atrizes: Solange Couto na versão jovem e Chica Xavier na versão adulta. Para o remake, Edvana dará vida à personagem do início ao fim. 
JagCQdN.md.png

"É um presente para qualquer artista e para qualquer pessoa que gosta de novela. Eu assisti o primeiro, acho que é uma novela que ficou no imaginário afetivo das pessoas e, para mim, é um grande presente e um texto incrível de Seu Benedito Ruy Barbosa, sendo adaptada pelo neto dele, Bruno Lupieri, e a direção artística de Gustavo Fernandes. Está incrível, incrível, incrível, incrível! Acho que é para televisão, mas é coisa de cinema", enaltece a atriz, que fala em honrar as atrizes que estiveram à frente do papel. 

"Dona Solange Couto na primeira fase, Dona Chica Xavier na segunda, fizeram muito bem, e eu vou procurar honrá-las nisso. Pedi até um brinquinho parecido com o da Dona Chica para poder homenageá-la nas cenas, um brinquinho que eu não vou tirar nunca, assim como ela, né, no caso, só para novela", revela. 

Veja alguns dos memes:

* Fotos: Rede Globo / Reprodução

Leia mais notícias na aba Notas. Acompanhe o Alô Alô Bahia no TikTok. Siga o Alô Alô Bahia no Google News e receba alertas de seus assuntos favoritos. Siga o Insta @sitealoalobahia, o X (antigo Twitter) @AloAlo_Bahia e o Threads @sitealoalobahia.

27 Dec 2023

Lore Improta inicia maratona de Verão e desabafa sobre doença incurável: 'Ainda sinto dores muito fortes'

Lore Improta inicia nesta quarta-feira (27) uma maratona de Verão que só deve terminar depois do Carnaval. Casada com o cantor Léo Santana, a dançarina e apresentadora vai acompanhar o marido nos shows que ele vai fazer neste final de ano. O primeiro já acontece hoje, em Pipa, no Rio Grande do Norte, a 80km de Natal.

Clique aqui e participe do canal do Alô Alô Bahia no WhatsApp

WhatsApp Image 2023 12 26 at 10.07.14"Hoje Léo tem show em Pipa, Rio Grande do Norte, e eu vou estar acompanhando ele nesse final de ano nos shows. Tem tempo que eu não faço show fora (…) Esse final de ano eu vou ficar grudadinha. Vai ser bem legal. Hoje a gente já viaja daqui a pouco, bate e volta. Iremos curtir um pouquinho esse final de ano", comentou a influenciadora

Mais cedo, a artista foi em sua médica para avaliar as dores que sofre, consequência do Neuroma de Morton. A condição é causada pelo uso de sapatos que não permitem que os pés fiquem em posição natural. "Fui ali na médica fazer laser no pezinho para melhorar, dar uma aliviada, nele", contou a dançarina. 

Lore Improta1141
Também nesta quarta-feira (27), Lore conversou com o Alô Alô Bahia. No papo, Lore falou sobre como lida com a doença incurável, sobre os planos para o final de ano e para o Carnaval, e sobre a filha, Liz, fruto da relação com Léo Santana.

Confira a entrevista completa abaixo:

 
  • Como foi o seu Natal? E quais os planos para o Réveillon?
O Natal sempre passamos com a nossa família em casa. Já no Réveillon, estarei acompanhando o Léo nos shows dele.
 

Léo se apresenta nesta sexta-feira (29), no Festival Virada Salvador, e no Réveillon Praia do Forte. No sábado (30), vai levar o Baile da Santinha para Porto Seguro, e se apresenta no Pré-Réveillon do Parador Internacional Guriri, que acontece em São Mateus (ES). Já no domingo (31), o cantor se apresenta no Réveillon Em Alto Mar, em Copacabana, e na segunda-feira (1º) faz show no P12, em Florianópolis (SC).
 
  • Como vai ser seu janeiro? Você vai fazer alguma participação nas duas edições do Baile da Santinha?
Janeiro será muito movimentado, tenho campanhas publicitárias programadas, os ensaios de Carnaval, que vão ser muito mais frequentes, e também terá o baile "A Noite da Aclamação" (saiba mais). Será um mês muito especial e incrível, estou ansiosa para janeiro chegar logo.
 
  • “A Noite da Aclamação”, que acontece no dia 29 de janeiro, vai ser um baile de gala com show de Carlinhos Brown em local histórico de Salvador. Como surgiu essa ideia? Pode me adiantar alguns dos convidados?
Eu e o Léo sempre tivemos vontade em realizar algo grandioso para celebrar o Carnaval e a Bahia. Nosso plano era já ter realizado o baile antes, mas, por conta da pandemia, decidimos adiar para entregar algo na altura no nosso estado. O mais especial é que toda a renda arrecadada com doações e na bilheteria será destinada às obras da Irmã Dulce.

WhatsApp Image 2023 12 26 at 10.07.15
  • E como vai ser seu Carnaval? Vai se dividir entre Salvador e Rio de Janeiro?
O meu Carnaval já começou faz um tempinho (risos). Venho me preparando para o desfile da Viradouro, no Rio de Janeiro, e já realizamos diversos ensaios na quadra da escola e também na rua. Irei sim me dividir, vou participar do Carnaval de Salvador e desfilar na Sapucaí. O Carnaval é a época do ano que mais amo e estou muito ansiosa e feliz que está chegando.
 
  • Como você faz para lidar com o Neuroma de Morton diante dessa agenda apertadíssima? Não dá um nervoso?
A felicidade e ansiedade é tanta que acaba falando mais alto que a dor, mas venho cuidando há um ano internamente do Neuroma de Morton para sentir menos dor. Infelizmente, ainda sinto dores muito fortes. O nervoso e a ansiedade estão sempre ali, mas a alegria e a satisfação em atravessar a Sapucaí ao lado da minha escola do coração é maior.
 
  • E a Liz? Vai participar de alguma dessas ações no Verão? O que vocês estão planejando fazer com ela neste Verão?
A nossa programação de Verão com a Liz será aproveitar muito. Ir à praia, à piscina e brincar muito. Liz tem a sua rotina e dorme cedo, então em nossas programações que são de trabalho muitas vezes ela não acompanha.

Snapinsta.app 406848356 18409023982007927 5898283303346789395 n 1080

Fotos: Bruno Fiorentino/Divulgação, @julianosimoes_ e Reprodução/Instagram.

Leia mais notícias na aba Notas. Acompanhe o Alô Alô Bahia no TikTok. Siga o Alô Alô Bahia no Google News e receba alertas de seus assuntos favoritos. Siga o Insta @sitealoalobahia, o X (antigo Twitter) @AloAlo_Bahia e o Threads @sitealoalobahia.

27 Dec 2023

Márcio Victor retorna de Miami e faz balanço de 2023: 'Mostramos a força do nosso pagodão no mundo'

Antes de entrar de cabeça no Verão, com agenda cheia do Réveillon até o Carnaval, o cantor Márcio Victor, vocalista da banda Psirico, passou quatro dias em Miami, nos Estados Unidos (EUA), para descansar. O artista baiano voltou no último domingo (24) para curtir o Natal em família.

Clique aqui e participe do canal do Alô Alô Bahia no WhatsApp

WhatsApp Image 2023 12 27 at 14.50.08
"Todo mundo que trabalha neste ritmo intenso precisa parar um pouco e descansar para o bem da saúde mental! Eu adoro esse lugar e já me sinto em casa, vou pelo menos umas 5 vezes no ano com esse objetivo. O descanso é importante para reoxigenar e eu trabalhei muito neste último semestre, não paramos, realmente estava precisando dessa parada, mesmo sendo poucos dias”, afirmou o artista.

marciovictor
WhatsApp Image 2023 12 27 at 14.50.07
O cantor ainda fez um balanço sobre seu ano. “Foram diversos pedidos irrecusáveis, inclusive o projeto da Caixa, que me exigiu uma atenção especial por ser a primeira vez e um formato totalmente diferente do habitual. Nesta apresentação, contei de momentos da minha vida até história do verdadeiro pagodão da Bahia”, lembrou o artista, que buscou elementos específicos na construção deste show.

Em seguida, Márcio Victor participou do Festival Liberatum. "Também teve uma carga de muita concentração para a realização, já que foi a minha estreia com uma orquestra", disse. Durante a apresentação, o líder do Psi dividiu o palco com a Afrossinfônica e Luedji Luna.

Márcio Victor também destacou a tour pelos EUA, no mês de setembro, com shows em Boston, Orlando, Massachusetts e Newark.
Na ocasião, o grupo baiano recebeu uma premiação do Brazilian Day Records, prêmio significativo para brasileiros e latinos que moram no país. “Mostramos a força do nosso pagodão no mundo!”, resumiu o artista.

No Réveillon, a Psirico faz a festa em Aracaju (SE) e no Réveillon Gostoso, em São Miguel do Gostoso, no Rio Grande do Norte. Na segunda-feira (1º de janeiro), a banda será atração do Festival Virada Salvador. Já no dia 11 de janeiro acontece mais uma edição dos Ensaios do Psi no Santo Antônio Além do Carmo, com o tema de Bailinho de Carnaval.

Nos primeiros dias do ano, o grupo gravará o clipe da sua música para o Carnaval, que é aposta para o Verão 2024. Por ora, a canção trabalhada é “Sentadão”, que integra o projeto audiovisual Psi Universal.


* Publicado por Naiana Ribeiro. Fotos: Sércio Freitas/Divulgação e Reprodução/Redes sociais.

Leia mais notícias na aba Notas. Acompanhe o Alô Alô Bahia no TikTok. Siga o Alô Alô Bahia no Google News e receba alertas de seus assuntos favoritos. Siga o Insta @sitealoalobahia, o X (antigo Twitter) @AloAlo_Bahia e o Threads @sitealoalobahia.