15 Jun 2021

Saiba, em detalhes, como ficará o Hospital Mater Dei Salvador, que será inaugurado em 2022

Redação Alô Alô Bahia

redacao@aloalobahia.com

Saiba, em detalhes, como ficará o Hospital Mater Dei Salvador, que será inaugurado em 2022
Com robusta infraestrutura e moderno projeto arquitetônico, o Hospital Mater Dei Salvador, que tem previsão de inauguração no primeiro trimestre de 2022, é destaque quando os assuntos são princípios de humanização e alta tecnologia em padrões sustentáveis no uso de recursos naturais. O empreendimento, o primeiro da Rede Mater Dei de Saúde fora de Minas Gerais, está sendo construído com inovadoras técnicas de arquitetura e engenharia com o objetivo de garantir a eficiência energética e reduzir impactos no meio ambiente.  
 
Localizado entre as avenidas Vasco da Gama e Garibaldi, o hospital será o maior da rede privada na capital baiana, com área de 61.731 metros quadrados, além do centro médico que tem 10.316 metros quadrados. A edificação possui o conceito “Green Building” (edifício verde em inglês) por trazer técnicas ambientalmente responsáveis e sustentáveis em seus diferentes estágios, desde a concepção até a operação.  
 
O projeto arquitetônico, assinado por Siegbert Zanettini, prioriza a ventilação e a iluminação naturais com o objetivo de valorizar os recursos naturais e proporcionar o bem-estar dos usuários. Com formato cilíndrico e design arrojado, a edificação terá 50% da fachada revestida por vidros refletivos transparentes de alta performance com tecnologia que garante o controle eficiente da intensidade de luz na parte interior do hospital e reflete o calor do sol, evitando o aquecimento dos ambientes. 
 
Antes do início da construção, foi realizado um estudo de sustentabilidade da edificação com o objetivo de aplicar as melhores tecnologias para otimizar o uso da energia elétrica e os sistemas de climatização e aquecimento. Para garantir a eficiência energética do hospital, foram adotadas algumas estratégias como a instalação de uma miniusina fotovoltaica na cobertura do prédio para geração de energia elétrica limpa a partir da captação da energia solar.  O prédio contará também com a iluminação por lâmpadas LED (Light Emitting Diode), que são mais eficientes e possuem maior vida útil do que as lâmpadas convencionais.  
 
A iluminação das áreas de circulação do hospital será totalmente controlada por sensores fotoelétricos, que permitem o acendimento das lâmpadas somente quando não há iluminação por luz natural e há presença de pessoas no ambiente. Além disso, o hospital conta com sistema de ativação das tomadas dos quartos com o uso de cartão, paredes com isolamento térmico para minimização do aquecimento interno e instalação de medidores de energia por andar para melhor gestão do seu consumo.
69-FC90-F7-05-C5-4443-A405-05-F4-B65-E7-E41
Climatização 
 
O Hospital Mater Dei Salvador será o primeiro hospital do Brasil com projeto de climatização concebido com sistema de vigas frias, soluções sustentáveis amplamente utilizadas na Europa, aplicadas aos quartos, recepções, áreas administrativas e de circulação. A tecnologia permite a troca de ar quente do ambiente por ar frio, controlando a temperatura e umidade do local, por meio de um equipamento que funciona como um radiador. O sistema não utiliza motor ou ventiladores e, portanto, não possui consumo de energia elétrica.  
 
As demais áreas do hospital serão totalmente climatizadas através de uma central de ar com sistema de água gelada e torres de resfriamento. O ar exterior será tratado com controle da qualidade e umidade antes de ser admitido no sistema. A central de ar condicionado também possui sistema de trocador de calor, que permite o aquecimento da água potável que será usada para o banho dos pacientes, sem custo de energia elétrica.  
DF9-EC4-F0-130-D-4-F33-92-B2-C703-F3-E9-A85-F
Água de reuso e reciclagem de materiais  
 
O novo hospital adotará uma gestão eficiente dos recursos hídricos a fim de controlar perdas e evitar desperdícios.  A unidade terá um sistema de reaproveitamento de água da chuva e do esgotamento de filtros e bebedouros, que será coletada e armazenada em um tanque de reuso para tratamento e utilização nas descargas em vasos sanitários. Além disso, em toda a unidade serão utilizadas torneiras eletrônicas com sensor que, além de garantir o uso racional da água, diminuirá o risco de contaminação por contato. 
 
Coordenador da obra do Hospital Mater Dei Salvador, o engenheiro Marcos Antônio Fernandes Senra afirma que todas as tecnologias empregadas vão garantir uma redução de 40% do consumo total do empreendimento. Ele destaca que, desde o início das obras, foram adotadas estratégias para reduzir ao máximo os impactos ao meio ambiente e nas comunidades do entorno. O hospital foi construído com estrutura metálica, que otimiza o tempo de obra e reduz o desperdício de materiais de construção. Todos os resíduos descartados na obra são encaminhados para reciclagem. A coleta seletiva será mantida durante a operação do hospital.  
 
Marcos Senra afirma que a adoção de padrões sustentáveis com investimento em tecnologias ambientalmente eficientes é um compromisso da Rede Mater Dei em todas as suas unidades de saúde. “Quando você faz um prédio sustentável, você reduz custos e está trazendo menos impactos em toda a cadeia do meio ambiente. Toda a preocupação do hospital é sempre fazer da melhor forma possível tudo aquilo que agrega valor ao paciente, às pessoas que vão trabalhar aqui e à comunidade do entorno. O hospital tem que ser uma unidade inserida na sociedade. A gente precisa pensar no todo”, afirma.  
obrape
Teto Verde  
 
Com projeto de sustentabilidade que integra tecnologia e natureza, o Hospital Mater Dei Salvador terá um teto verde que funcionará no 15º andar. O espaço de 1.200 metros quadrados contará com um jardim e uma capela e será uma área de relaxamento para pacientes e funcionários.  O teto verde é uma opção paisagística que apresenta diversos benefícios ao meio ambiente e à edificação. Promove o conforto térmico e acústico, pois impede que o calor e o som entrem para o ambiente interno, reduz a poluição ao redor e favorece a biodiversidade. Além disso, o contato com a vegetação também pode ter efeitos terapêuticos para os pacientes, ajudando na redução do tempo de recuperação e internamento.
 
O presidente da Rede Mater Dei de Saúde, Henrique Salvador, ressalta que o cuidado com o meio ambiente, o atendimento humanizado e a preocupação com o bem estar dos pacientes são os diferenciais da empresa. “Somos uma instituição que preza pelo respeito, pela ética e pela transparência com todos os nossos públicos. Esses valores também estão em nosso olhar para o meio ambiente. O nosso compromisso se traduz, inclusive, na operação das nossas edificações. Além disso, os prédios podem também facilitar a recuperação e o restabelecimento dos pacientes através de estruturas que permitam uma maior humanização no atendimento e relação com o meio ambiente, como o telhado verde, por exemplo, que teremos em Salvador”, afirma.
materdeicomovaificar-alo-alo-bahia
Matéria relacionada: 
Leia mais notícias na aba Notas. 
 
Fotos: Divulgação e @myphantomtoy. Siga o insta @sitealoalobahia.
 
 

NOTAS RECENTES