21 Sep 2021

Descubra como foi o último dia de Giovanni Bianco em Salvador

Gabriela Cruz

Gabriela Cruz é jornalista, ilustradora e escreve para o Alô Alô Bahia. 

Descubra como foi o último dia de Giovanni Bianco em Salvador
O último dia da passagem rápida de Giovanni Bianco por Salvador foi produtivo e afetivo. Na noite de segunda-feira (20), jantou no Mistura com a amiga Angeluci Figueiredo, do restaurante Preta, a designer de moda Irá Salles, acompanhada do namorado Cau Biglia, sócio da Pavimenti, e o casal Paulo e Liege Goes

Durante o encontro capitaneado por Licia Fabio, Giovanni falou sobre o Instituto Oyá, onde tinha passado a tarde compartilhando um pouco de sua expertise à frente da direção criativa de significativos projetos e campanhas pelo mundo. Como ouvintes, as alunas e alunos do curso de Design de Moda da entidade criada pelo artista plástico Alberto Pitta, nome à frente do Cortejo Afro e de outros projetos.

Whats-App-Image-2021-09-21-at-13-43-14
Giovanni compartilhou uma foto da visita em seu perfil no Instagram. Na legenda, falou da "oportunidade de passar uma tarde toda com essas pessoas maravilhosas que podem e estão transformando o mundo, esse escola de moda, com a comunidade, em Pirajá, salvador na Bahia, que dia iluminado que passei!". O criativo completou: "Obrigado mãe @luz.nivia por esse presente, como é bom ter esse previlégio de trocar nossas experiências com os outros, ensinamos, porém sai de lá, aprendendo muito! Esse lugar mágico desenhado pela Genia Lina Bo Bardi! Sou um homem de sorte!". 

“Ele é um padrinho do Instituto e eu fiquei muito interessada em conhecer. É um projeto de moda que está precisando de apoiadores. Espero que venha a engradecer mais o mercado a Bahia. A gente precisa despontar também como celeiro de bons criadores e ele tem sido um padrinho para isso através do Oyá”, explicou Irá Salles. 

Fundado em 1998 dentro do terreiro Ilê Axé Oyá, em Pirajá, o Instituto Oyá, surgiu a partir do desejo da Ialorixá Anísia da Rocha Pitta e Silva, Mãe Santinha, em contribuir para o desenvolvimento humano, intelectual e artístico de crianças e jovens do bairro, em situação de vulnerabilidade, e promove diversas atividades e cursos. Além do de design de moda, é possível aprender corte, costura e modelagem, por exemplo.
5d8fd6a3-9db6-4b91-af71-842fcc908b77
f1ee9ff3-3a79-4606-b9d9-c157acd5d83d
Fotos: reprodução/Instagram. Siga a gente no Instagram @sitealoalobahia e no Twitter @aloalo_bahia

NOTAS RECENTES