O verdadeiro Christiano Rangel

Numa entrevista sem precedentes, Christiano Rangel abriu o coração e mostrou o porquê é sensação. Como não é de meias palavras, ele continua fazendo parte do imaginário coletivo e será sempre a encarnação de um estilo particular de se viver onde o importante é inventar sua própria história sem se preocupar com a opinião alheia. Adicione a tudo isso charme e beleza e aproveite o nosso presente de final de ano, caprichado e embrulhado, para dar adeus a 2011 com muito estilo. No mais, enjoy!

Alô Alô Bahia – Seu charme lhe catapultou para um pedestal de inacessibilidade. Isso é fruto de seus relacionamentos, em maioria, com mulheres interessantes e famosas ou de uma postura visionária de quem sempre enxergou além?

Christiano Rangel – Vivendo e amadurecendo... Não sou inacessível, apenas acredito que a amizade e a família são essenciais para você confiar em alguém. Quando você tem confiança em si mesmo, você automaticamente é mais seletivo e tem mais condições de observar o que é verdadeiro se pondo no seu devido lugar, assim acredito que contraria quem vive na mentira social. O resto é longe da minha realidade e não me preocupo em agradar por agradar, prefiro viver minha vida cada dia sem me preocupar com a opinião alheia, porque como disse Dalai Lama: “Pouco importa o julgamento dos outros. Os seres humanos são tão contraditórios, que é impossível atender as suas demandas, satisfazê-los. Tenha em mente apenas ser autêntico e verdadeiro”...  Ajo exatamente assim, alguns admiram, outros odeiam, e continuo sendo Christiano Rangel da minha família e dos meus amigos de fé. Eles me amam e para mim isso basta.

Alô Alô Bahia – O começo de seu relacionamento com Luana Piovani foi bastante evidenciado, principalmente, por ela ser figura pública. Depois de tantos anos e de tantas reverberações midiáticas, você conseguiu se esquivar dessa imagem para transformar-se em empresário de sucesso e de postura discreta, mas, na época, como foi ver sua vida noticiada diariamente por causa de um envolvimento pessoal e não por uma conquista profissional?

Christiano Rangel – Fazia parte do processo, tinha consciência do que estava acontecendo.

Alô Alô Bahia – Ter viajado muito abriu os seus horizontes e lhe mostrou um novo mundo?

Christiano Rangel – Acredito que a vida é uma grande viagem, por isso continuo viajando sem parar para evoluir como ser humano e expandir meus horizontes cada vez mais. Sou um eterno viajante.

Alô Alô Bahia – Quais serão seus próximos destinos no passaporte e quais foram os lugares que mais gostou de ter conhecido?

Christiano Rangel – Depois do carnaval pretendo passar um mês na Itália (Roma, Veneza, Florença e Milão), em julho irei a Bali, na Indonésia, pegar ondas com amigos num mega barco pelas ilhas Midway. O lugar mais fantástico que fui foi à Indonésia, a beleza dos lugares, a simplicidade e o sincretismo do povo balinês é inesquecível. A Jamaica tem um lugar chamado Porto Antônio que é memorável também. Gostei do Japão muito, Paris é sempre Paris bem acompanhado e New York é minha preferida por ter morado lá em 2000 e 2001. Quero conhecer a Turquia em breve.

Alô Alô Bahia - Quais são as suas apostas para 2012?

Christiano Rangel – Aposto que o mundo não vai acabar (risos). Tenho muitos projetos e viagens para completar.

Alô Alô Bahia – É verdade que por ser sincero, você já teve que pagar um preço alto e conquistou uma série de desavenças em Salvador?

Christiano Rangel – Não é verdade. Tenho uma vida tranquila em Salvador, tenho amigos de infância e isso é o que importa, amigos que estão sempre ao meu lado me tornando um homem melhor, fazendo com que eu evolua a cada encontro com eles.

Alô Alô Bahia – E atualmente, como está o seu coração?

Christiano Rangel – Batendo firme e forte, graças a DEUS, meu melhor amigo e amando também... O importante na vida é ter: mente quieta, espinha ereta e coração tranquilo. Essa é minha busca diária.

Alô Alô Bahia – Certa feita, em uma entrevista, o seu referencial de postura empresarial era Roberto Medina. Ainda continua ou o tempo lhe mostrou novos exemplos?

Christiano Rangel – Admiro muitos empresários nacionais e internacionais. Na área do entretenimento, o Medina é o número 1 e continuo observando ele, agora de perto por ser amigo de seus filhos. O Rock in Rio é a prova real que ele é o melhor e maior do Brasil. Admiro o Nizan Guanaes pela sua vontade constante de criar a diferença, gosto disso e busco isso nos meus negócios, fazer a diferença é essencial. Sou fã do Richard Branson do Grupo Virgin. Este é fenomenal. Ele tem companhia aérea, banco, companhia de telefonia celular e iniciou a carreira de uma forma inacreditável. Sou fã do Emilio Odebrecht pela cultura empresarial que difundiu no seu grupo, transformando-o num dos maiores das Américas, de David Bastos como o melhor arquiteto de todos os tempos e de Bell Marques como mantenedor de uma imagem irretocável e crescente - sou fã desse cara de carteirinha assinada e sou chicleteiro também. Quando crescer quero ser igual a eles ( rsrsrsrs).

Alô Alô Bahia – Se pudesse construir um réveillon na Bahia, como seria?

Christiano Rangel – Seria em Itacaré, na Vila São José, apenas para 500 pessoas escolhidas a dedo.

Alô Alô Bahia – Qual foi a festa mais assertiva que assistiu em Salvador?

Christiano Rangel – Foram muitas. A que eu não consigo esquecer de forma alguma foi organizada pelo Nizan Guanaes e Licia Fábio, minha querida amiga e professora de pós-graduação em eventos e gentileza. A festa aconteceu no Solar do Unhão, num domingo ao pôr do sol com show da maior artista de todos os tempos que eu já vi, minha grande amiga Ivete Sangalo, ainda na Banda Eva. Foi uma festa para convidados de uma cervejaria, foi especial e inesquecível. Tudo funcionou e a vibe dos convidados foi contagiante, show!

Alô Alô Bahia – Como mantém a boa forma?

Christiano Rangel - Nado sempre que posso no mar, faço musculação três vezes por semana e yoga, duas. O importante é manter o corpo em movimento e sempre estar respirando cadenciado. Procuro ter uma alimentação saudável com bastante frutas, legumes, carne magra e dormir bem. São hábitos simples e que fazem a diferença para obter longevidade. Busco a longevidade para o meu corpo.

Alô Alô Bahia – E para finalizar, qual a receita para merecer um feliz ano novo?

Christiano Rangel – Acredito que todo dia é dia de começar um ano novo, é só acreditar.

Foto: Divulgação/ Uran Rodrigues.

 

NOTAS RECENTES