24 Apr 2021

Em Salvador, presidente nacional do PDT é entrevistado pelo Alô Alô Bahia

Redação Alô Alô Bahia

redacao@aloalobahia.com

Em Salvador, presidente nacional do PDT é entrevistado pelo Alô Alô Bahia
O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, desembarcou nessa sexta-feira em Salvador para discutir as costuras do partido em torno da sucessão estadual de 2022. Na cidade, após almoçar no apartamento do deputado Félix Mendonça Júnior (que comanda a sigla na Bahia), no Corredor da Vitória, conversou com o Alô Alô Bahia para uma entrevista exclusiva. Participaram do almoço o prefeito Bruno Reis (Democratas), a vice-prefeita Ana Paula Matos e o secretário da Saúde, Leo Prates, ambos integrantes do PDT. Lupi avaliou a chegada de João Santana à comunicação do partido e destacou o sentimento de desgaste da aliança com o PT na Bahia. “Não deu a consideração e a valorização que a gente merecia”, afirmou. Ele classificou Santana como o “mais importante, brilhante homem de marketing no país” e disse que o publicitário baiano já estuda “algumas reformulações na marca do PDT, do diálogo com rede social”. Carlos é uma figura importante no jogo político e tem rapidez de raciocínio e astúcia.

 
A aproximação do PDT com o grupo comandado pelo ex-prefeito ACM Neto está cada vez mais consolidada, certo?
- Apoiamos Bruno (Reis) na candidatura a prefeito. Ele foi candidato eleito principalmente pela força eleitoral que o próprio Neto representava, e a nossa intenção, pelo menos a minha, eu estou trabalhando nesse sentido, é convencer o partido ao apoio a Neto como candidato a governador 2022.
 
Vão pleitear espaço na chapa?
-Nossa intenção é compor a chapa majoritária, ou com vice ou Senado, aí vai depender da costura, das alianças, dos nomes que vão se colocar. A nossa intenção é essa, pelo menos a minha. Eu costumo dizer que isso não é um processo de imposição, mas de conquista. A gente tem que conquistar, tentar convencer os companheiros dessa opção.
 
Há uma queixa de que o PDT não é muito valorizado na base do PT. É seu sentimento?
-Apoiamos o PT em quatro eleições. Eles nos apoiaram na eleição para o Senado de João Durval, que era uma figura forte, ex-governador da Bahia, mas depois o partido não nos deu mais espaço nenhum. Então o PT não nos valorizou, não deu à gente, na minha opinião, a consideração e a valorização que a gente merecia. Por isso mesmo estamos buscando caminhos que nos valorizem, que nos fortaleçam.
 
Como o senhor avalia essa chegada de João Santana à comunicação do partido?
- O João Santana, na minha opinião, é o mais importante, brilhante homem de marketing que existe hoje no Brasil. Quando ele faz essa opção de nos ajudar, e foi uma opção dele, isso é claro faz a gente ter nova perspectiva de construir caminhos mais sólidos no campo de marketing, propaganda. Ele está estudando algumas reformulações na marca do PDT, do diálogo com rede social. É um homem muito preparado.
 
Foto: Divulgação.  Siga o insta @sitealoalobahia.