MP estuda iniciar investigação sobre compra de mansão de Rui Costa em Salvador

MP em Alerta
O Ministério Público da Bahia estuda abrir procedimento para apurar a compra pelo governador Rui Costa (PT) de um apartamento na Mansão Bahiano de Tênis. O que mais chamou atenção dos procuradores foi o valor de compra do imóvel pago pelo governador e esposa. A escritura comprova que em 05/05/22 o casal pagou R$ 2,5 milhões pelo apartamento. Só que uma simples pesquisa no Google mostra que nessa época imóveis similares eram negociados no prédio por até R$ 3,5 milhões. O petista conseguiu um descontão. O MP quer saber o motivo.
 
Sumido 1
Rui Costa parou de gabar-se ser o único capaz de levantar Jerônimo Rodrigues (PT) nas pesquisas de intenção de voto. Meses atrás, em uma reunião no Palácio de Ondina, ele chegou a disparar: “Vocês tão pensando que Lula vai decidir a eleição na Bahia. Quem vai decidir aqui sou eu”. Só que agora, com duas semanas de horário eleitoral, o governador petista vem gradativamente sumindo dos programas do ex-secretário da educação.
 
Sumido 2
Quem continua sumido do próprio programa é Jerônimo Rodrigues. Mesmo com a justiça eleitoral tendo o obrigando a aparecer nas suas próprias inserções de TV, Jerônimo continua sem aparecer. No programa temático de saúde, por exemplo, ele só aparece no trecho final. E mesmo assim numa fala de apenas 15 segundos. Ou seja, 7% do tempo total do programa.
 
Nova Rodoviária inflada
O custo do sistema viário da nova Rodoviária na região de Águas Claras subiu vertiginosamente em R$ 36 milhões, mas a obra está longe de se tornar realidade, como prometia o governador Rui Costa (PT). O primeiro contrato foi assinado em fevereiro deste ano com o Consórcio Viário Águas Claras, formado pelas empresas KPE Performance em Engenharia S.A e TPF Engenharia LTDA, e previa orçamento de R$ 96 milhões. Menos de seis meses depois o contrato foi desfeito, mas ainda assim o estado teve que pagar R$ 2 milhões. A segunda colocada na licitação entrou no jogo para pegar o remanescente da obra e deixou a conta ainda mais salgada. Formado pelas empresas Engetec Construções e Montagens S/A e SIAN Engenharia [antiga Andrade Mendonça], o Consórcio ENGETEC SIAN vai receber R$ 129 milhões, conforme publicado em Diário Oficial no último dia 3.
 
Topa tudo pela obra
Além da dor de cabeça para explicar as cifras infladas subitamente, Rui Costa resmunga também porque o prazo para que as novas empresas concluam o serviço é de 360 dias, o que inviabiliza seu uso eleitoral para tentar impulsionar a combalida campanha de Jerônimo Rodrigues. E mais ainda, quando finalmente for entregue Rui estará fora do Palácio de Ondina. Interlocutores do governo dizem, porém, que o governador está inclinado a atropelar o ritmo das coisas e fazer uma inauguração parcial, de fachada, ainda este ano para ter a obra no seu “curriculum vitae” a partir de 2023, quando não mais terá função pública.
 
Rui com o pires na mão
Outra coisa que chama a atenção e é motivo de observações de técnicos do governo se refere à fonte de receita para cobrir o orçamento elástico que o sistema viário passou a requerer. Em abril, depois que já havia assinado contrato, Rui ficou com o pires na mão pedindo autorização da Assembleia Legislativa para tomar empréstimo de R$ 100 milhões na Caixa Econômica. A autorização não veio e a matéria sequer foi levada a plenário. Três meses depois, em 28 de julho, Rui Costa recuou e pediu a retirada da matéria. Os gastos em curso estão na conta da Conder, cujo orçamento ganhou dimensões faraônicas para abarcar todas as aventuras eleitorais que o governador passou a fazer, a despeito de sacrificar a Lei de Responsabilidade Fiscal e incorrer até em pedalada fiscal.
 
Bombardeio de crítica
O governador Rui Costa provocou a ira dos profissionais da área da enfermagem nesta semana após se considerar favorável à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que suspendeu o piso da categoria. Nas redes sociais, trabalhadores protestaram contra a declaração do petista e, até nas ruas, manifestações foram realizadas, com críticas ao posicionamento de Rui. Nos bastidores, parlamentares da base petistas dizem que a fala do governador, além de ruim para o próprio chefe do Executivo, foi ruim também para os candidatos a deputado ligados à categoria, que passaram a ser cobrados pela declaração.
 
Zangado
Pegou muito mal para Jerônimo Rodrigues o comportamento irritado durante entrevista na rádio Sociedade nesta quinta-feira (8). Além de tentar fugir da pergunta feita pela jornalista sobre os péssimos índices da educação da Bahia, o petista ficou visivelmente alterado, elevou o tom de voz e interrompeu por diversas vezes a entrevistadora, que acusou o candidato de estar sendo grosseiro. No final, após se irritar com a pergunta, ainda disse “respeitar muito bem as mulheres” e recebeu da jornalista a resposta: “não foi o que pareceu agora, mas sinta-se à vontade”. E para piorar o caso, Jerônimo ainda disse que não iria aceitar “ser pressionado dessa forma”. Resumo da ópera: desrespeita a jornalista e ainda se faz de vítima. Me deixe, viu!
 
Calado é um poeta I
Não bastasse a grosseria com a apresentadora da rádio Sociedade, o candidato do PT Jerônimo Rodrigues fez trágicas confissões sobre a educação da Bahia durante a sabatina. Depois de muito gaguejo para fugir da pergunta sobre a Bahia ter a pior educação do Brasil no Ideb, Jerônimo sucumbiu. Primeiro disse que o indicador foi criado corajosamente nos governos nacionais do PT “mesmo sabendo que o Brasil inteiro padecia” na Educação. E depois não teve vergonha em dizer o que parecia tentar esconder no início da entrevista. “A nota maior de Ideb no Brasil não chega a 7, nós temos 3.2”. Nas redes sociais, um apoiador do petista não perdoou a mancada: “calado é um poeta”.
 
Calado é um poeta II
O novo ataque de fúria de Rui Costa contra ACM Neto nesta semana rendeu ao governador, na sua própria base, uma comparação com o presidente Jair Bolsonaro (PL). Parlamentares dizem que Rui se contradiz quando critica Bolsonaro por “incentivar o ódio”, mas acaba fazendo o mesmo com ataques pessoais e agressivos contra um adversário, incluindo até o nome de familiares. Além disso, continuam, o petista já criou a mania de disseminar fake news contra Neto e rivais políticos.
 
Foto: Divulgação.

NOTAS RECENTES