3 Sep 2021

Mais um deputado do PP deve deixar a base de Rui, e a peleja entre Otto e Coronel. Leia a coluna Alô Alô Política

Mais um deputado do PP deve deixar a base de Rui, e a peleja entre Otto e Coronel. Leia a coluna Alô Alô Política
Guerra Fria
Os senadores do PSD Otto Alencar e Angelo Coronel estão em uma batalha velada. Tudo pela peleja entre Otto Filho e Diego Coronel, ambos candidatos a deputado federal - o primeiro vai para a reeleição. O centro da celeuma é que eles estão disputando as mesmas bases. Será que isso pode trincar a relação dos pais? O fato é que - como dissemos no Alô Alô Política da semana passada - o senador Angelo Coronel está cada vez mais próximo do governo Bolsonaro. E Otto de Lula.
 
Contexto amplo
Aliás, para além da tensão entre os filhos de Otto e Coronel, o clima na base aliada ao PT da Bahia não é nada bom. Sobram queixas contra o governador Rui Costa (PT), seja pelo trato "descortês" com os parlamentares, seja por assuntos que começaram a atingir a gestão petista, como o aumento no preço dos combustíveis e o caso dos respiradores, que segue sem resultado. Até mesmo em grupos de WhatsApp, deputados da base estão sendo questionados e recebendo "cobranças". É a conta chegou...
 
Malas prontas
Essa insatisfação foi exposta com a saída do deputado estadual Robinho (PP) da base governista. Mas ele não é o único. Nos bastidores, se comenta que quem também está de malas prontas para deixar o grupo de Rui e Wagner é o deputado estadual pepista Dal, que tentará uma vaga na Câmara dos Deputados. O destino, dizem, é o PSL, em articulação liderada pelo deputado federal Elmar Nascimento, que deve deixar o DEM e migrar para a legenda. O acordo, garantem fontes próximas, foi selado e Dal, inclusive, já está abraçado ao grupo do presidente nacional do DEM, ACM Neto.
dalestudohibrido-alo-alo-bahia
 
Emendas faroeste
Alguns deputados da base do governador Rui Costa (PT) estão irritadíssimos com o comportamento agressivo de outros políticos do grupo junto a lideranças do interior. Não são poucos os parlamentares que se queixam de que estão perdendo cabos eleitorais por conta das chamadas "emendas faroeste", generosamente distribuídas pelo governo federal para aqueles que são fiéis em Brasília, embora na Bahia façam discurso de independência ou de oposição ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Um dos mais insatisfeitos com isso é o deputado federal Paulo Magalhães (PSD), que até gravou um vídeo falando abertamente sobre o assunto.

Cabeça quente
Um deputado estadual da base de Rui até chegou a confessar, em conversa com um colega parlamentar, que há certa preocupação com o desempenho de ACM Neto no interior do estado. Líder nas pesquisas com boa vantagem, Neto tem percorrido a Bahia desde o começo do ano. No papo reservado, o parlamentar, muito influente no Palácio de Ondina, disse que há uma sensação de favoritismo do ex-prefeito de Salvador e que o cenário é complicado para o grupo de Rui e Wagner.
 
O Coronel curtiu
Causou burburinho a "curtida" que o senador Angelo Coronel (PSD) deu numa foto postada nas redes sociais pelo líder da oposição na Assembleia, Sandro Régis (DEM), na última terça-feira. Isso porque a imagem retratou um encontro de Régis com o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (DEM) e lideranças políticas de Canavieiras e Caem, municípios do interior do estado. Na legenda da foto postada por Régis, ele se refere a Neto como "futuro governador". Aliados de Coronel, que criticaram a ausência do senador na visita do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à capital baiana, na semana passada, não gostaram nada do afago.
 
Amigos, amigos…
Lula sempre foi tido como um político pragmático. A última prova disso foi a revelação do deputado cearense e vice-líder do PT, José Guimarães, ao programa Fórum Onze e Meia, de que Wagner deveria abrir mão da cabeça da chapa na Bahia em 2022. “O Lula acha até que na Bahia nós temos que abrir lá. Ele considera que a prioridade é a eleição presidencial, eleger deputados federais e senadores”, contou Guimarães. O pragmatismo de Lula irritou profundamente Jaques Wagner que num telefonema furioso ao político cearense exigiu que ele desmentisse o que acabara de dizer. O que foi feito, mas não convenceu muito. Afinal, para que José Guimarães inventaria a conversa com Lula?!
jose-guimaraes
 
Sorriso aberto
Quem muito gostou da declaração de Guimarães foram integrantes do PP da Bahia, em especial o vice-governador João Leão. Leão sonha com a possibilidade de assumir o governo caso Rui Costa renuncie para disputar o Senado, possibilidade que ganha força caso o senador Otto Alencar (PSD) seja o cabeça de chapa, e não Jaques Wagner.
 
Convidado ausente
Por falar em João Leão, o vice-governador foi convidado para a agenda que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cumpre hoje (03) na Bahia. Bolsonaro autoriza, em Tanhaçu, a retomada das obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) nesse trecho. Mesmo integrando um partido que nacionalmente faz parte da base aliada do presidente, pertencente ao Centrão, Leão mandou avisar que não estará presente. Na semana passada, o vice-governador declarou apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante visita do petista a Salvador.
 
Bola de cristal
Somente uma bola de cristal para prever o destino do MDB em 2022 na Bahia. Lúcio Vieira Lima, presidente de fato da legenda, tem dito que pretende apoiar o candidato a governador que vai ganhar. Do PT ao DEM, tudo pode acontecer.
 
A volta dos que não foram
Os ex-deputados Manassés e Capitão Tadeu foram vistos na última semana conversando num café de um tradicional shopping de Salvador. Entre um gole e outro, muitas risadas. O que será que estão aprontando?
 
Aparição do 'doido'
O icônico deputado federal Pastor Sargento Isidório deu as caras na última terça-feira na Assembleia, Casa pela qual passou por três mandatos. Para variar, com a bíblia nas mãos e com a língua afiada. Um ex-colega deputado entrou no clima e provocou: "Dia de terça por aqui, Isidório? Não trabalha mais?". Ele riu, levantou a bíblia e foi abraçar o colega. Muy amigo.

A coluna Alô Alô Política é publicada às sextas, sempre ao meio dia, nos portais CORREIO e Alô Alô Bahia. Também pode ser conferida através do endereço www.aloalopolitica.com e do Instagram @aloalopolitica.

NOTAS RECENTES

TRENDS

As mais lidas dos últimos 7 dias