‘Vem doar, neném’: Xanddy participa de ação da Hemoba no Dia Nacional do Doador de Sangue

redacao@aloalobahia.com

Na Semana Nacional do Doador de Sangue, a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) lançou a campanha ‘Heróis da Vida Real’, a fim de valorizar pessoas que dão o sangue, literalmente, para salvar vidas.

Doador e apoiador da Hemoba, o cantor Xanddy apareceu na instituição para doar, além de sangue, um pouco do seu prestígio visando incentivar a vinda de novos colaboradores, e também acabou dando uma palhinha na celebração do Dia Nacional do Doador de Sangue, nesta quinta-feira (25).

O líder do Harmonia do Samba teve uma companhia diferente na homenagem musical dedicada aos doadores fidelizados e trabalhadores da instituição: a banda A Música Une, formada por profissionais do Hospital Espanhol, que também integram a campanha.

O cantor foi escolhido pelos colaboradores da Hemoba como representante baiano da segunda edição da campanha ‘Hemocentros Unidos’, promovida pela fundação e mais 16 hemocentros do país. 

“O sentimento é de amor e de esperança quando vejo alguém participando dessa causa. É o carinho e o cuidar de quem está precisando. Essa atitude precisa ser recorrente, porque a demanda existe o tempo inteiro. Fica aqui o meu incentivo e o meu apelo a toda a população de que vocês se comprometam e entrem nessa corrente do bem. Vamos fazer a diferença”, declarou Xanddy.

Xanddy-cantor-doa-sangue-no-Hemoba-Foto-Fernando-Vivas-GOVBA9

A campanha ‘Heróis da Vida Real’ tem como objetivo homenagear os profissionais da saúde que estão à frente na coleta de sangue e todos os doadores que ajudam a manter o estoque de sangue nos hemocentros. 

“É um esforço coletivo. Dada a importância que é o sangue, a gente tem a comemoração do Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue. É uma maneira de sobrevida de muitas pessoas, seja por serem portadoras de doenças que, com frequência, necessitam de transfusões, como a anemia falciforme, ou por traumas, procedimentos cirúrgicos ou doenças crônicas. Então, comemorar é muito importante”, disse a secretária estadual da Saúde, Tereza Paim.

Requisitos
Para ser um doador voluntário, é necessário ter idade entre 16 e 69 anos, sendo que menor de 18 anos deve estar acompanhado do responsável legal, ter mais de 50 quilos, apresentar um documento de identificação oficial com foto e preferencialmente com um bom estado de saúde.

Segundo a diretoria da instituição, para quem teve Covid-19 e não possui sequelas, pode fazer doação com 30 dias. Quem tomou o imunizante CoronaVac pode doar com 48 horas. E quem tomou as demais vacinas pode doar com sete dias.

No caso da medula óssea, o Ministério da Saúde alterou a portaria n° 685, de 16 de junho de 2021, que reduziu a idade limite de 55 para 35 anos aos voluntários que queiram fazer o cadastro para doação. A programação nas 21 unidades da Hemoba do interior da Bahia está disponível no site da instituição. Com informações da Secom-BA.

Foto: Divulgação/GOVBA. Siga a gente no Instagram @sitealoalobahia e no Twitter @aloalo_bahia.

NOTAS RECENTES