7 Jul 2021

Preso após mentir na CPI da Covid, Roberto Dias é liberado após fiança de R$ 1,1 mil

Redação Alô Alô Bahia

redacao@aloalobahia.com

Preso após mentir na CPI da Covid, Roberto Dias é liberado após fiança de R$ 1,1 mil
Preso em flagrante ao final de seu depoimento na CPI da Covid, nesta quarta-feira (7), o ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias, deixou a delegacia da Polícia Legislativa do Senado no final da noite, após 5 horas detido.

Acusado de pedir propina de US$ 1 por dose de vacina, no escândalo que envolveu a compra (que teve R$ 1,6 bilhão empenhado e suspenso após denúncia), o ex-diretor prestou novo depoimento, assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), pagou fiança de R$ 1.100 e vai responder em liberdade.

Roberto Dias foi detido por ordem do presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), que argumentou que o ex-diretor mentiu durante todo o depoimento à comissão. 
 
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado. Siga a gente no Instagram @sitealoalobahia e no Twitter @aloalo_bahia.

NOTAS RECENTES