6 Oct 2020

Prefeitura de Salvador vai inaugurar novo Jardim Botânico até novembro

Prefeitura de Salvador vai inaugurar novo Jardim Botânico até novembro
As obras do Jardim Botânico, em São Marcos, estão 60% concluídas. A previsão da Prefeitura de Salvador é que o parque totalmente revitalizado seja entregue até novembro. Com o projeto elaborado pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF) e obras coordenadas pela Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), o novo Jardim Botânico conta com edificações de caráter científico, voltadas ao estudo, manutenção e conservação da Mata Atlântica, conectadas e acessadas por uma trilha elevada em um percurso de 795 metros de extensão pela mata.  
 
O investimento é de quase R$ 8 milhões, proveniente de financiamento junto ao Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), através do Programa de Requalificação Urbana de Salvador (Proquali). Todas as intervenções do projeto visam a ampliação da estrutura física atual e, em especial, a proteção do herbário existente no espaço, que é administrado pela Secretaria de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis). Com valor ambiental inestimável para o município, Jardim Botânico tem cerca de 61 mil espécies vegetais em 160 mil metros quadrados de área.
 
De acordo com o titular da Secis, João Resch, que tem feito visitas diárias ao parque, alguns ajustes de obras serão feitos após a entrega. “Considero a obra bem adiantada, mas, por conta da pandemia, tivemos alguns atrasos com fornecedores e precisaremos fazer adequações pós-inauguração", explica. Ainda segundo ele, as ações de paisagismo devem ser iniciadas pela Secis nos próximos dias, quando a parte de construção civil for totalmente finalizada.
 
Intervenções - O edifício principal com área total construída de 2.219,45 m², dividido em dois pavimentos, um subsolo e uma cobertura aberta a visitas, tem 62% das obras concluídas. Além da ampliação do herbário, tornando-o um centro de referência na pesquisa da Mata Atlântica com capacidade para acomodar um grande número de espécies catalogadas, o projeto de requalificação do Jardim Botânico de Salvador propõe outras intervenções, a exemplo da construção de um pavilhão de observação da natureza e viveiros.
 
O Jardim Botânico passará a contar com espaços expositivos digitais voltados à educação ambiental e um auditório para 50 pessoas, que será conectado com um foyer e uma área semi-coberta para atividades em grupo. Com a requalificação, o Jardim Botânico será uma das referências de área verde preservada no Brasil, se juntando a outras estruturas revitalizadas pela Prefeitura, a exemplo do Parque da Cidade, no Itaigara.
 
Foto: Divulgação. Siga o Insta @sitealoalobahia.