17 Jan 2021

Paz de espírito: 8 lugares para fazer retiro espiritual na Bahia

Paz de espírito: 8 lugares para fazer retiro espiritual na Bahia No verão, todo mundo quer dar assunto à própria vida e aumentar o apanhado de histórias para contar. A vontade de sair das clausuras de concreto e respirar ar fresco parece mais intensa e sabe-se que, inevitavelmente, algumas pessoas decidirão viajar. Com a pandemia, as novas dinâmicas do turismo revelaram aumento na busca por locais tranquilos, longe dos grandes centros urbanos, tão conhecidos pelas aglomerações, e essa procura tem levado o pessoal a optar por lugares amplos, com possibilidade de contato com a natureza e conexão com o ‘eu interior’. Para quem deseja desanuviar a mente e se expor menos, a gente listou 8 lugares que contam com programações espirituais e práticas de bem-estar, todas aqui mesmo na Bahia.

De cara, é importante ressaltar que não adianta nada viajar com a desculpa de que precisa recarregar energias e ser responsável por espalhar o vírus por aí. Seja consciente. Confira ao fim da matéria dicas para realizar um passeio responsável.

Os destinos turísticos pertinho de casa, que dão para ir de carro, têm sido a opção de muita gente que prefere evitar voos fechados em avião. De frente para o mar, o charmoso resort Txai, em Itacaré, tem acomodações bastante separadas umas das outras, o que dá um distanciamento de outras pessoas e também privacidade. A estalagem possui atividades como aulas de yoga, caminhadas por trilhas e rituais orientais como a shirodhara — que consiste num fluxo de óleo morno caindo sob a testa.

As diárias para o casal no estabelecimento variam de R$ 1,9 mil a R$ 3,2 mil e o espaço já está com as reservas praticamente esgotadas para janeiro, restam algumas vagas no fim do mês, mas ainda há uma boa disponibilidade em fevereiro.

Mas, calma! Há alternativas com preços mais acessíveis e com propostas também muito agradáveis. Na Chapada Diamantina, a Pousada Villa Lagoa das Flores é bastante popular por suas práticas de estadia intimista, de tranquilidade e autocuidado.

Reaberto no dia 26 de dezembro, o espaço fica no Vale do Capão e vem funcionando com restrições e menor capacidade. O proprietário Marcos Monteiro conta que o spa holístico, que tem até uma sauna de pedra e serviços como técnica reiki, ainda não abriu completamente. Por lá, o restaurante fecha às 19h para que as pessoas possam se recolher mais cedo e evitar ficar circulando.

O espaço tem uma área maior do que 40 campos de futebol, preza pelo silêncio e oferece atrativos como trilhas ecológicas internas de até 2 Km, além de uma piscina contemplativa onde não é permitido som de caixinhas eletrônicas. A ideia é escutar o som dos pássaros e o sacolejar das árvores. Se o hóspede tiver interesse, a pousada oferece aulas de yoga e orientação para meditação.

No terreno, há ainda um oráculo de runas — a arte adivinhatória milenar dos países nórdicos — e um labirinto circular para meditação em movimento. Os preços na estalagem custam de R$ 300 a R$ 600 o apartamento duplo.

“Nós temos um ambiente seguro, com muito espaço. É ventilado, aberto. Os turistas que vêm até nós sequer saem da pousada, não são do tipo que ficam passeando pela vila. Nós temos muitos lugares onde as pessoas podem relaxar, pensar na vida, em si próprio. Sempre nos falam que não querem se expor, apenas respirar. Querem extravasar a mente aprisionada da cidade, podendo divagar sobre a vida. Aos que saem, sempre sugiro locais que respeitam os protocolos”, diz o dono.

Em Salvador, quem procura uma experiência religiosa e de silêncio pode encontrá-la na Hospedaria Getsêmani das Monjas Beneditinas, instalada dentro do Mosteiro do Salvador, no Subúrbio Ferroviário. A Irmã Ana Lúcia Conceição explica que, devido ao momento, o estabelecimento só tem recebido pessoas para retiro pessoal e grupos em número familiar — no máximo, seis pessoas —, nada de caravanas. 

Em geral, quem busca por estadia no mosteiro tem o desejo de ter momentos de descanso, de fazer uma semana de oração ou de receber orientação espiritual com as monjas, relata a irmã.
“Na semana passada, uma moça achou nosso telefone pelo Google. Ela estava precisando descansar, nos ligou, agendou e passou o Ano Novo conosco, onde aproveitou para fazer oração. Todos que nos procuram normalmente estão em busca de paz física e psicológica, e há, principalmente, uma questão de necessidade de reencontro consigo mesmo e com Deus, que é possível pela oração e pelo contato com a natureza”, conta a beneditina. 
 
A hospedaria simples tem atrativos como capela privativa, bosque de pinheiros, confeitaria de fabricação de biscoitos e geleias, arte sacra e missas com cantos devocionais todos os dias. O preço da diária é de R$ 140 por pessoa, com direito a todas as refeições, só não inclui roupa de cama. Quem deseja lençol e toalha pode escolher levar os itens ou pagar uma taxa de R$ 30 pela lavanderia.

Coordenadora do retiro religioso Recanto da Transfiguração, em Simões Filho, Gisa Maia, de 72 anos, relata que, antes da covid-19, o espaço costumava receber ao menos dois grupos de 40 a 60 pessoas por mês. No entanto, a casa suspendeu estas atividades e hoje só tem uma única suíte à disposição. Para receber alguém, só mesmo com uma triagem. O último hóspede aceito foi um escritor que necessitava de silêncio para concluir uma obra.

"Houve uma forte busca de sentido da vida em 2020, mas nós tivemos que desmarcar todos os retiros do ano e fazê-los online. Nós não estamos mais recebendo ninguém porque seguimos atentas ao que está acontecendo. Sabemos que o que se imagina para janeiro é muito pior do que tudo que já vimos. A gente tem que cooperar com o lockdown. É um estresse muito grande o que estamos vivendo, mas acho que o turismo não é a resposta neste momento”, pondera ela.

CONFIRA 8 LOCAIS PARA REFÚGIO ESPIRITUAL E DE BEM-ESTAR:

1. Txai Resort
Rodovia Ilhéus-Itacaré, Sul da Bahia, BR 101, KM 48
Fazenda Boa Sorte, Itacarezinho
Acomodações distantes umas das outras, yoga, trilhas ecológicas, praia, banho de folhas, shirodhara
De R$ 1,9 mil a R$ 3,2 mil o casal no verão
Tel: (11) 3040 5010 | Site | Instagram | Booking | Decolar

2. Hospedaria Getsêmani das Monjas Beneditinas (Mosteiro do Salvador)
Av. Afrânio Peixoto, s/n, Coutos, Subúrbio Ferroviário, Salvador
Missas diárias, acomodações com capela privativa, bosque de pinheiros, orientação espiritual, arte sacra, confeitaria com venda de biscoitos e geleias feitos pelas monjas
Valor único: R$ 140 a diária por pessoa com direito a todas as alimentações (café, almoço, lanche e jantar). Este preço não inclui a roupa de cama. O hóspede pode optar por levar estes itens ou pagar taxa de R$ 30 pela lavanderia.
Tel: 71 99192-9683 | Site | Instagram



4. Pousada Ecológica de Andaraí
Andaraí, Chapada Diamantina
piscina natural de pedra com cascata, aquário, jardim de flores, salão de jogos, loja de artesanato e produtos locais
A partir de R$ 225 
Tel: (75) 98279-5665 | (75) 98138-3801 | Instagram | Hurb

5. Pousada Vila Serrano
Lençóis, Chapada Diamantina
aulas de yoga e pilates, piscina, galeria de arte, decoração feng shui, bosque, redes, loja de produtos regionais como café, mel e sabonetes de argila
De R$ 365 a R$ 510
Tel: 75 98848 9502 | Site | Instagram

6. Alpina Hotel
Mucugê, Chapada Diamantina
horta, lareira, piscina, vista para o Parque Nacional da Chapada Diamantina e Serra do Sincorá, campo de vôlei
De R$ 255 a R$ 459
Tel: (71) 98481-4322 | Site | Instagram

7. Casa de Retiros Frei Ludovico 
Rua Hélio de Oliveira, 114, Luis Anselmo, Salvador
Orações, meditação, gruta, capela, jardins, churrasqueira 
Valor não informado
Tel: 71 98763-5226 / 3244-6721 / 3389-2725 | Site | Instagram

8. Sítio Renascer - Centro Holístico Terapêutico
Vale do Capão, Chapada Diamantina
massagens, argiloterapia, banho de ervas, cura familiar, hatha, kundalini yoga, reiki, thetahealing, cromoterapia, meditação
Valor não informado
Tel: 75 99208-8404 | Site | Instagram


10 DICAS DE PROTEÇÃO PARA FAZER UM PASSEIO RESPONSÁVEL:
Fonte: Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC/EUA)
Antes de decidir viajar, é importante ter em conta que não existe risco zero. O Brasil vive uma segunda onda de infecção e ocupa o segundo lugar no ranking de casos e mortes pela covid-19 no mundo. Portanto, se você estiver com sintomas de gripe, não viaje. Prefira ir com pessoas que já moram com você e que não sejam das categorias de risco. É importante estudar qual a situação da doença no local de origem e destino, e também qual a cobertura do sistema de saúde dessas duas áreas.
1. Tome vacina da gripe antes de viajar;

2. Faça o teste viral em todos os companheiros de viagem um a três dias antes da ida e só viaje com quem não está infectado. Leve a cópia do resultado negativo, ele pode ser solicitado;

3. Prefira fazer as reservas online e, sempre que possível, pague sem contato. Procure saber quais são as medidas de contenção adotadas pela hospedagem e exija que funcionários usem máscaras;

4. Evite ao máximo paradas no caminho. Vá com o carro bem abastecido, inclusive com água e comida. Uma ida ao banheiro de um posto pode te colocar em exposição ao vírus;
5. Mantenha-se longe de quem não é do seu grupo de viagem;

6. Lave as mãos com frequência usando água e sabão ou álcool 70%. Também higienize objetos e evite tocar olhos, boca e nariz;

7. Use máscara em todos os ambientes compartilhados. Tire apenas para comer e beber. Fique muito longe de pessoas que são do grupo de risco; 

8. Prefira lugares de ótima ventilação. Abra janelas e portas. Evite elevadores;

9. Prepare-se para ser flexível, pois as restrições de circulação nas cidades podem mudar de um dia para outro;

10. Ao retornar para casa, faça novamente o teste e reduza atividades não essenciais por 10 dias. Continue seguindo todos os cuidados básicos. ( por Hilza Cordeiro, via CORREIO).
 
Foto: Divulgação. Siga o insta @sitealoalobahia.