7 Mar 2021

Papa Francisco tem encontro histórico com aiatolá Ali al-Sistani no Iraque

Papa Francisco tem encontro histórico com aiatolá Ali al-Sistani no Iraque
O Papa Francisco foi até a cidade sagrada de Najaf, no Iraque, para realizar uma reunião histórica com o principal clérigo xiita da região e visitou o local de nascimento do profeta Abraão neste sábado (6). O pontífice condenou a violência em nome de Deus como "a maior blasfêmia". "Deste lugar, onde a fé nasceu, da terra de nosso pai Abraão, vamos afirmar que Deus é misericordioso e que a maior blasfêmia é profanar seu nome odiando nossos irmãos e irmãs", disse.

Com o vento do deserto soprando sua batina branca, Francisco, sentado com líderes muçulmanos, cristãos e yazidis, falou à vista da escavação arqueológica da cidade de 4 mil anos que compreende um Ziggurat no estilo pirâmide, um complexo residencial, templos e palácios. Horas antes, em Najaf, Francisco conheceu o Grande Aiatolá Ali al-Sistani, de 90 anos.

Em um comunicado, Sistani disse: "A liderança religiosa e espiritual deve desempenhar um grande papel para pôr um fim à tragédia... e exortar os lados, especialmente grandes poderes, a fazer prevalecer a sabedoria e o bom senso e apagar a linguagem da guerra".

O papa, que começou sua visita de quatro dias ao Iraque em Bagdá na sexta-feira, deve fazer missa ainda neste sábado na Catedral Caldeana de São José, na capital. No domingo, ele viaja para o norte de Mossul, um antigo reduto do Estado Islâmico.
 
Foto: Vatican Media / AP Photo. Siga o insta @sitealoalobahia.

NOTAS RECENTES