Novo decreto proíbe Pré-Carnaval e Carnaval no Ceará e limita quantidade de pessoas em eventos sociais e festivos

O Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia de Covid-19 decidiu nesta quarta-feira (5), suspender todos os eventos de Carnaval e Pré-Carnaval no Estado do Ceará. Outros eventos festivos e sociais, com controle de acesso, como casamentos, formaturas, aniversários, corporativos, entre outros, terão reduzida sua capacidade por 30 dias, para uma avaliação por parte das autoridades de saúde.

Serão permitidas até 250 pessoas em ambientes fechados e até 500 em ambientes abertos, ou seja uma redução de dez vezes. “Há estudos que mostram que são as festas que estão aumentando a transmissão da variante ômicron e outras síndromes em todo o Estado. Também será exigido o passaporte vacinal em todos esses eventos”, explicou Camilo. O novo decreto entra em vigor amanhã.

A reunião foi realizada diante da preocupação com o crescimento nos números de contaminações por Covid-19 e outras síndromes gripais que foram registradas especialmente nas duas últimas semanas, principalmente em Fortaleza, mas também nos demais municípios cearenses. Tanto que o governador também realizou uma reunião virtual com os 184 prefeitos do Ceará, para discutir as estratégias de enfrentamento à Covid e demais síndromes.

Ele lembrou que a maioria dos casos têm apresentado sintomas leves, mas é muito importante que as pessoas tomem a sua terceira dose da vacina, uma vez que a vacinação é a forma de prevenir a infecção. “É fundamental o uso das máscaras, continuem adotando as ações preventivas para que a gente possa vencer esta pandemia”, destacou Camilo Santana.

A positividade dos exames realizados no Centro de Testagem do Fortaleza Airport, teve uma expansão de 100 vezes, o que gerou uma maior preocupação das autoridades de saúde no Estado. Já no Terminal Rodoviário João Tomé, houve uma expansão de 25% no total de casos positivos ali realizados.

Também foram mostrados gráficos revelando que a busca das pessoas por tratamento a síndromes respiratórias nas unidades de saúde, inclusive internamentos, registrou uma expansão bastante significativa nos últimos dias, principalmente os casos de Influenza A. Foi definido, ainda, a ampliação da oferta de leitos hospitalares em todo o Estado, em parceria com os municípios; da testagem para identificar qual o tipo de síndrome gripal, bem como o fornecimento do medicamento adequado.
 
As informações são do portal In, parceiro do Alô Alô Bahia na campanha Nordeste Unido.
 

Foto: Divulgação. Siga o insta @sitealoalobahia.

NOTAS RECENTES