Nobel de Economia premia pesquisas sobre mercado de trabalho

redacao@aloalobahia.com

Os economistas David Card, Joshua Angrist e Guido Imbens foram os grandes vencedores do Prêmio Nobel de Economia de 2021, divulgado nesta segunda-feira (11). Eles foram reconhecidos serem os pioneiros em usar "experimentos naturais" para mostrar os impactos econômicos do mundo real em áreas como mercado de trabalho e educação.

Ao contrário da medicina ou de outras ciências, os economistas não podem conduzir estudos clínicos rigidamente controlados. Em vez disso, os experimentos naturais usam situações da vida real para estudar os impactos no mundo, uma abordagem que se espalhou para outras ciências sociais.

"A pesquisa deles melhorou substancialmente nossa capacidade de responder às principais questões causais, o que foi de grande benefício para a sociedade", disse Peter Fredriksson, presidente do Comitê do Prêmio de Ciências Econômicas. Os estudos dos premiados envolveram temas como os efeitos do salário mínimo, da migração e da educação no mercado de trabalho e os efeitos de um ano a mais na escola para os estudantes.

O prêmio é de 10 milhões de coroas suecas, o equivalente a R$ 6,32 milhões. David Card receberá a metade e a outra metade será dividida entre Joshua Angrist e Guido Imbens.



Foto: UC Berkeley/Redes sociais/Stanford University. Siga a gente no Instagram @sitealoalobahia e no Twitter @aloalo_bahia
 

NOTAS RECENTES