22 Aug 2020

Morre o jornalista baiano Valdemir Santana

Morre o jornalista baiano Valdemir Santana
O jornalista baiano Valdemir Santana faleceu, hoje (22), em decorrência de um câncer de pâncreas, descoberto há cerca de 30 dias. O enterro será em sua terra natal, São Sebastião do Passé, neste domingo(23), às 8h30. 

Santana, que fazia parte da equipe do Jornal Tribuna da Bahia, já contribuiu para veículos como Jornal CORREIO e revistas Veja, Cláudia e Caras.
 

Nas redes sociais, vários ex-colegas do meio jornalístico e amigos do profissional lamentaram a perda. "Elegante, observador, um excelente pauteiro, excelente jornalista", comentou Janio Rego.

"Que notícia mais triste, gente. Siga em paz, querido Valdemir Santana", escreveu Olívia Soares.

A também jornalista Aurora Vasconcelos foi outra que prestou homenagem ao amigo, e fez um longo texto falando da importância dele para o jornalismo e para a cultura da Bahia

"Um amigo inesquecível que parte para o infinito. Partiu hoje, para outra dimensão, o querido amigo Valdemir Santana, editor de uma das colunas mais lidas da Tribuna da Bahia. Soube que estava internado no início do mês e liguei para ele para saber o que tinha acontecido. Conversamos, demos risadas, mas ele não quis falar da doença - câncer de pâncreas - que acabou por matá-lo", relembrou Aurora, que também falou sobre a trajetória do amigo.

"Valdemir foi meu grande companheiro de festas e eventos culturais da década de 1980. Juntos, fizemos parte do júri dos Melhores do Teatro Baiano, criado pelo também  jornalista, Osmar Martins, pela TV Aratu, e assistíamos todas as peças encenadas na cidade. Algumas vezes peças boas, outras tão ruins, que tínhamos que fugir de fininho. Andávamos sempre juntos, como unha e carne", completou.

Sinjorba lamenta 

O Sindicato dos Jornalistas do Estado da Bahia (Sinjorba) divulgou nota de pesar pelo falecimento do jornalista baiano Valdemir Santana. “O SINJORBA expressa o sentimento de toda a categoria jornalística da Bahia, porque Valdemir era uma pessoa queridíssima por todos que trabalharam e conviveram com ele, em veículos como os jornais Correio da Bahia e Tribuna da Bahia, e nas revistas Veja, Cláudia, SuperInteressante e Caras. Foi diretor do nosso Sindicato, era um profissional ético, com um apurado senso da notícia e grande companheiro, notável pela fina ironia e pelo constante bom humor”, destaca Moacy Neves, presidente do Sinjorba, externando seu pesar aos familiares e amigos do jornalista. 

Biografia 

 

Valdemir Santana nasceu em 23 de janeiro de 1951, em São Sebastião do Passé, filho de Alina da Conceição Santana e de Aloisío de Santana, aliança que gerou ainda os irmãos Nadir, Zenir e Valdir. 

Cursou o então ginásio e o segundo grau no Ginásio João Paim, em Passé, depois graduou-se em Jornalismo pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e especializou-se em Jornalismo Interpretativo, sob a batuta de Cremilda Medina, da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. 

Em 2007, ganhou bastante destaque profissional assinando a coluna “Gente”, no CORREIO. Nos últimos tempos, trabalhava na Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Salvador e escrevia a coluna “Boa Terra” no Tribuna da Bahia.

 
 
Foto: divulgação. Siga o insta @sitealoalobahia.