MAM passa a exigir grade artística para realização de shows e eventos

O Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) passou a exigir a grade artística completa de eventos realizados em bens tombados antes de autorizar sua realização nos espaços. A medida foi definida em portaria do dia 16 de dezembro de 2019, publicada no Diário Oficial do Estado da Bahia (DOE) desta terça-feira (17).

O Ipac é o órgão vinculado à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult), responsável pela administração do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA), onde ocorreu, no último dia 8 de dezembro, um ensaio de verão do cantor Saulo com público autorizado de 3 mil pessoas. (por Correio).
 
Foto: Divulgação. Siga o insta @sitealoalobahia.

NOTAS RECENTES