14 Sep 2021

Internado no Aliança, poeta José Carlos Capinan briga na Justiça para garantir hemodiálise

via CORREIO.

Com informações do Jornal CORREIO

Internado no Aliança, poeta José Carlos Capinan briga na Justiça para garantir hemodiálise
Internado no Hospital Aliança, em Salvador, desde maio, o poeta e compositor José Carlos Capinan, 80 anos, tem sido obrigado a lutar na Justiça para ter o seu direito à cobertura do plano de saúde, que paga desde 1995, garantida.

Um dos nomes mais proeminentes da Tropicália, o compositor de clássicos como ‘Ponteio’ (em parceria com Edu Lobo), ‘Soy loco por ti America’ e ‘Viramundo’ (com Gilberto Gil) venceu uma das batalhas para receber a hemodiálise nesta terça-feira (14). A juíza Daniela Guimarães Andrade Gonzaga concedeu liminar determinando um prazo de 24 horas para que o Bradesco Saúde cumpra a determinação e realize os procedimentos – ele precisa fazer três sessões por semana.

Outra determinação, despachada na semana passada, não foi cumprida pelo plano. Desta vez, se continuar negando a liberação, haverá bloqueio cautelar das contas da instituição no valor de R$ 1 milhão. “Capinan não sobrevive sem a hemodiálise porque tem insuficiência renal. Como é que o plano que ele paga desde 1995 não quer autorizar?”, questionou a artista visual Bete Capinan, ex-mulher do tropicalista que acompanha o caso de perto. Para ir para o home care – procedimento já liberado –, Capinan precisa que o plano autorize a hemodiálise.

Especializada em casos de saúde, a advogada Manuela Serejo contou que tem sido complicado lidar com a situação, já que outras determinações não estão sendo cumpridas. “Para Capinan, o Bradesco Saúde está sendo um problema constante, pois agora, quando atingiu a terceira idade e mais necessita do plano, já tivemos que ajuizar quatro ações judiciais para que ele tenha os seus direitos à saúde e, principalmente, à vida preservados”, destacou a profissional, que atua no escritório Serejo Borges Advogados.

Ela comemorou a decisão mais recente da juíza Daniela Guimarães Andrade Gonzaga, que prevê o bloqueio milionário nas contas do plano. “Precisa doer no bolso para que eles cumpram. Agora temos que aguardar”, declarou a advogada. 

Ao CORREIO, o Bradesco Saúde afirmou que "não comenta casos que são levados à apreciação do poder judiciário”. 

Foto: Jamile Coelho/Divulgação. Siga a gente no Instagram @sitealoalobahia e no Twitter @aloalo_bahia.

NOTAS RECENTES