28 Sep 2020

Hotel boutique Villa dos Nativos, em Trancoso, deve abrir em outubro

Naiana Ribeiro

Colaboradora.

Hotel boutique Villa dos Nativos, em Trancoso, deve abrir em outubro Só se fala nisso em Trancoso, no Sul da Bahia: o hotel boutique Villa dos Nativos, novo empreendimento dos empresários Ricardo Nobre e Artur Garin, está na reta final de obras e deve abrir as portas no final de outubro. A previsão é que a inauguração aconteça no dia 23.

Localizado na Praia dos Nativos, uma das principais praias do vilarejo, o requintado boutique foi pensado com todo cuidado. São 11 bangalôs - sendo três com piscina privativa - e mais uma casa-hotel - chamada Casa Trancoso - com 2 suítes master, que possuem 100m² cada, além de sala de estar, jantar e um charmoso espaço gourmet. Além disso, o espaço tem uma piscina privativa de 80m² e 75 mil litros.

É, sem dúvidas, um verdadeiro paraíso na terra. Todos os bangalôs são individualizados, com jardim próprio, um deck e uma varanda de tirar o fôlego. De lá, inclusive, o hóspede pode tomar café da manhã, caso prefira ser servido em sua habitação.

O estabelecimento contará, é claro, com estacionamento gratuito. "Além dos bangalôs, da piscina, do bar e do restaurante, tem o meu xodó: minha linda Capela São Francisco", antecipa o baiano Ricardo Nobre. 

Executivo da indústria de bens de consumo há mais de 27 anos, Nobre aproveitou seu ano sabático e mudou-se de São Paulo para Trancoso no final de março. "Tenho um ano de licença para decidir o que vou fazer na volta. Com isso, acabei comprando uma casa em Trancoso e resolvi me radicar de vez. Paralelamente, ofertaram pra gente esse terreno de uma pousada, um equipamento de 20 anos, que era bem mais simples, e desde abril estamos em obra", conta Nobre.

Já são seis meses de reforme e a obra é gigantesca: são 7 mil m² de terreno. No momento, o Villa dos Nativos é a maior obra de Trancoso. "Chegamos a ter 70 funcionários trabalhando durante a semana. A gente contratou muita gente no início da pandemia, além de movimentar o comércio local", conta o empresário, que já passou por empresas como Unilever, Pernod Ricard, L’Oréal e O Boticário. 

"Estou adorando essa mudança de vida. Se bem que fazer obra, vou te dizer, não é fácil", confessa.

Foto e vídeos: Divulgação. Siga o Insta @sitealoalobahia.