😷

infectados

😔

mortes

🙂

recuperados

2 Apr 2020

Grupo Odebrecht reforça combate ao Covid-19

Grupo Odebrecht reforça combate ao Covid-19 O Grupo Odebrecht acaba de anunciar uma série de medidas de combate ao Covid-19. Até o momento, oito empresas do Grupo já divulgaram ações de solidariedade, tanto no Brasil como no exterior.
 
A Atvos, que produz e comercializa etanol, açúcar VHP e energia elétrica produzida a partir da biomassa, cederá até 160 mil litros de álcool 70% para instituições da Bahia, São Paulo, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.
 
A OR, braço imobiliário do Grupo, colocou à disposição das autoridades as instalações do Parque Olímpico, no Rio de Janeiro, para serem adaptadas como hospital de campanha.
 
A OEC, OR e Odebrecht S.A. fizeram doações à Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB) para a compra de respiradores mecânicos destinados a hospitais baianos. A OEC disponibilizou ainda suas instalações de canteiros de obras nos diversos locais de atuação, para serem usados em ações de combate ao vírus. Ofereceu aos clientes governamentais no Brasil e no exterior executar obras emergenciais com lucro zero. Na República Dominicana, doou duas ambulâncias para as autoridades de saúde. No Panamá e Angola, caminhões-pipa da OEC estão sendo utilizados para abastecimento de água e desinfecção de vias públicas. Em Angola, através da usina sucroalcooleira da Biocom, doou 20.000 frascos de 500ml de álcool 70% para o Ministério da Saúde, e doará outros 20.000 diretamente para hospitais, creches e casas de idosos.
 
A Odebrecht S.A. ofereceu também o Centrad, em Brasília, e o estádio Fonte Nova, em Salvador, para serem transformados em hospitais de campanha. A Fonte Nova já vem sendo utilizada para a vacinação de idosos, no modelo drive-thru.
 
Já a OTP ofereceu ambulâncias e profissionais de saúde em cidades cortadas por suas autoestradas e distribuiu kits de álcool em gel para caminhoneiros. Conversará com as autoridades sobre a oferta de gratuidade nos pedágios para veículos usados nos serviços de combate à pandemia.
 
O estaleiro Enseada, implantado e licenciado em Maragojipe, na Bahia, disponibilizou leitos e ambulância para as comunidades, e avalia com a Marinha e Capitania dos Portos a transformação de seu estaleiro em terminal de atracação para se instalar ali um centro de distribuição de equipamentos e bens para o Recôncavo.
 
Iniciativas com o mesmo sentido de solidariedade também ocorrem na Braskem. No total, estão pré-aprovados 30 iniciativas com impacto positivo em nove estados (BA, RS, SC, SP, RJ, AL, PE, CE e MA). Todos os projetos de doação serão auditados pela equipe de Conformidade da empresa.
 
Segundo o presidente da Odebrecht S.A., Ruy Sampaio, promover medidas de apoio às comunidades onde o Grupo atua é uma característica histórica da Odebrecht. “Estamos sempre juntos às nossas comunidades, vivendo lado a lado com elas as suas alegrias, e também as suas angústias e os seus desafios”, revelou o dirigente em comunicado interno enviado aos Integrantes do Grupo.
 
Foto: divulgação. Siga o insta @sitealoalobahia.