17 Jun 2021

Gênio da Cidade Baixa: Estudante do IFBA é aprovado em universidade alemã

Gênio da Cidade Baixa: Estudante do IFBA é aprovado em universidade alemã
Cria da Cidade Baixa, o estudante Felipe Petillo, 19 anos, que mora no Bonfim há 10 anos e residia anteriormente nos bairros de Caminhos de Areia e Jardim Cruzeiro, já tem data para deixar o local, rumo a Hamburgo, na Alemanha.

Formado no IFBA, onde fez o ensino médio integrado ao curso técnico de Geologia, o jovem de família humilde foi convidado para ingressar no Studienkolleg Hamburgo, que faz parte de um dos programas de graduação mais respeitados quando o assunto é geologia.

Convite que deseja aceitar, mesmo depois de ser aprovado em primeiro lugar pelo Exame Nacional do Ensino Médio no mesmo curso da Universidade de São Paulo, avaliado como um dos melhores do Brasil na área. E a mala poderia estar até pronta porque o estudante está mais que preparado. Além da seleção para o curso, Felipe, que é autodidata em línguas estrangeiras e já tinha fluência em inglês, espanhol, italiano e latim, acaba de conseguir a certificação de fluência em alemão, uma das exigências da universidade.

A única coisa que ainda impossibilita a ida do estudante para Europa são os custos da viagem, que ficaram ainda mais altos com a proibição de viagem direta do Brasil para a Alemanha por conta da situação da pandemia em território brasileiro, o que o fez abrir uma vaquinha nas redes sociais para arrecadar R$ 15 mil, valor referente a tudo que precisa para chegar em Hamburgo.

Vaquinha

A arrecadação, que começou no dia 14, reuniu apenas 7% do valor. De acordo com o estudante, os custos não se limitam às passagens. “Tem hospedagem, seguro de saúde que é obrigatório, inscrição na universidade, muita coisa”, conta Felipe. Ele precisará fazer quarentena em um país que está aberto para o Brasil. “Vou ficar na Sérvia cumprindo quarentena porque é o mais barato entre países abertos”, finalizou.

Para ajudar o Felipe, basta acessar o link https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajude-felipe-a-estudar-na-alemanha/contribua.


Via @correio24horas.

 

 

NOTAS RECENTES