13 Oct 2020

Fundado por Eduardo Valente, Grupo Civil irá promover ações para celebrar aniversário de 60 anos

Fundado por Eduardo Valente, Grupo Civil irá promover ações para celebrar aniversário de 60 anos
A partir desta semana, até outubro de 2021, o Grupo Civil dará início a ações comemorativas do seu aniversário de 60 anos. Fundada na Bahia, em 1961, a Construtora Civil e Industrial da Bahia, foi idealizada pelo engenheiro civil Eduardo Valente, presidente do Grupo. Hoje a holding reúne a Civil Construtora, a Civil Empreendimentos, Civil Mineração e a Civil Pré-Moldados, e é responsável pela construção de empreendimentos residenciais, comerciais e industriais.  
 
 Relembre a trajetória do Grupo Civil
O ano era 1961, Salvador era uma cidade muito diferente da dos dias atuais. Menor e mais sôfrega por mudanças, a capital se preparava para ganhar mais uma universidade: a Católica.  Naquela época, a criançada gostava mesmo era de beber os refrigerantes Fratelli Vita: o guaraná ou os sabores de limão, pêra e maçã. Os bailes de Carnaval aconteciam em clubes privados como o Fantoches ou o Cruz Vermelha. Os encontros eram marcados no edifício da Fundação Politécnica, pois não havia shoppings centeres. Foi nesse cenário que, em 26 de setembro, nascia a Construtora Civil e Industrial da Bahia.

De acordo com o fundador do grupo, o engenheiro Eduardo Valente, na época, ele havia se desligado da Odebrecht para dirigir uma construtora de grande conceito. “Entretanto, o propósito não foi alcançado. Então, decidi iniciar uma nova construtora com um colega de turma que trabalhava numa indústria de chocolate em Salvador”, conta.

As atividades foram se expandindo e, vinte anos depois, eles também lançavam a Civil Industrial e Comercial e a Civil Participações, formando, assim, o Grupo Civil. Para Eduardo, isso só foi possível porque a consolidação das atuações da Civil trouxe expertise no seguimento da construção.

O segredo é a qualidade

Com uma postura parecida, o vice-presidente Rafael Valente diz que sempre buscam olhar adiante para encontrar novos posicionamentos no mercado. “Acho que o segredo é que sempre buscamos trabalhar com qualidade, profundidade técnica e ética”, ressalta. 

Essa constante busca talvez explique o crescimento do grupo diante de um cenário econômico tão pouco favorável.

“Ao longo deste mais de meio século, passamos por diversas crises econômicas e foi necessário ter solidez, segurança e flexibilidade para se adaptar e sobreviver”, completa Eduardo Valente. 

O fundador destaca que apesar das dificuldades, nunca houve vontade de abandonar o negócio, pelo contrário. “Procuramos nos adaptar ao movimento do mercado, em alguns momentos freando o crescimento da equipe para não comprometer a empresa e seu modesto patrimônio”, diz.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Fotos: divulgação. Siga o insta @sitealoalobahia.
 

NOTAS RECENTES