Espaço que revolucionou a arte no Subúrbio Ferroviário representa o Brasil em evento internacional

redacao@aloalobahia.com

O Acervo da Laje, localizado no bairro São João do Cabrito, no Subúrbio Ferroviário de Salvador, foi o único museu brasileiro que participou do MuseumFutures África. Com seis museus de diferentes partes do mundo envolvidos, o espaço baiano representou o país no famoso evento promovido pelo Goethe-Institut entre os dias 07 e 12 de dezembro, na cidade de Maputo, em Moçambique.

Clique aqui e participe do canal do Alô Alô Bahia no WhatsApp

"Ficamos muito felizes com o convite inicialmente, e esse intercâmbio tem sido muito benéfico para todos os museus envolvidos. Tive a oportunidade de visitar o Museu do bairro de Mafalala, cujo diretor, Ivan Laranjeira, havia visitado o Acervo da Laje anteriormente. Desde então, temos trocado muitas experiências”, nos disse José Eduardo, fundador e diretor do Acervo da Laje.
JuoC6f1.md.jpg
O Museum Futures Africa é dedicado a impulsionar a inovação e transformação nos museus, explorando novos formatos e promovendo a inovação cultural.
 
“O MuseumFutures começou como um projeto cultural pan-africano centrado nas pessoas, colaborando com museus em todo o continente para explorar novos formatos de museologia a partir do sul global. Liderado pela Goethe-Institut região Subsaariana uma equipe de profissionais africanos das áreas de arte e museus, o projeto visa transformar e inovar no modo de se pensar museus”, finalizou Friederike Möschel, diretora executiva do Goethe-Institut Salvador-Bahia.
JuoCmWN.md.jpg
O Acervo da Laje, que ocupa dois imóveis no Subúrbio de Salvador, tem uma coleção de aproximadamente 20 mil peças. Mais que um espaço de exposição e simples visitação, a Associação Cultural Acervo da Laje concentra bibliotecas, hemeroteca, coleções de CDs, discos, manuscritos, croquis, conchas, tijolos, azulejos e porcelanas antigas, artefatos históricos, quadros, esculturas em madeira e alumínio, fotografias e objetos que contam a história do Subúrbio Ferroviário de Salvador, mas que dialoga com toda a cidade. Oferece ainda formações e atividades abertas a todos os públicos, inclusive o infantil.
 
O espaço tornou-se uma importante referência na cena cultural de Salvador e do Brasil, contribuindo para o fortalecimento da identidade afrodescendente e valorização da diversidade cultural. Entre os seus muitos projetos, há o Escolafro, uma ação metodológica com foco em fortalecer a autoestima e estimular a valorização e o reconhecimento das identidades étnico-raciais, voltada para crianças negras do seu entorno, por meio de oficinas, mostra de filmes e contação de histórias.
JuonBX2.md.jpg
Como chegar ao Acervo da Laje?
 
O Acervo da Laje está sediado na R. Sá Oliveira, 2, no bairro São João do Cabrito, no Subúrbio Ferroviário de Salvador. Diferente dos museus tradicionais que possuem horário e dias definidos para visitação, a sede do Acervo está sempre aberta ao público, com visitação é gratuita. Para garantir um tour completo pelos espaços, é aconselhável agendamento prévio. Os contatos, assim como a visitação das galerias digitais do Acervo, estão disponíveis no site oficial da entidade (acervodalaje.com.br).

Fotos: Divulgação. 

Leia mais notícias na aba Notas. Acompanhe o Alô Alô Bahia no TikTok. Siga o Alô Alô Bahia no Google News e receba alertas de seus assuntos favoritos. Siga o Insta @sitealoalobahia, o Twitter @AloAlo_Bahia e o Threads @sitealoalobahia.
 
 

NOTAS RECENTES