Em live do Alô Alô Bahia, Adriane Galisteu revela três sonhos não realizados por Ayrton Senna

A atriz e apresentadora Adriane Galisteu foi a sexta entrevistada do Alô Alô Convida*, nesta quinta-feira (15), no Instagram do site Alô Alô Bahia, e falou sobre carreira, família, política e fez revelações sobre sua relação com o piloto Ayrton Senna, ídolo nacional que morreu em 1994 vítima de um acidente em uma corrida da Fórmula 1.
 
Ela revelou que Senna tinha três sonhos que não foram realizados devido à morte precoce. "Ele tinha três sonhos: conhecer a Disney, ser pai e correr na Ferrari. O cara morre com 33 anos fazendo aquilo que ele mais sabia fazer e não realiza nenhum dos três sonhos. Isso para mim é muito emblemático", afirmou Galisteu.

Ela tinha 19 anos quando começou a se relacionar com Senna. "Eu dava para o Ayrton uma meninice que ele precisava. Ele era um cara muito tímido, mas tinha um lado muito simples. Tinha uma simplicidade de alma, gostava de comer arroz e feijão, era um cara de hábito simples, que morreu sem saber o tamanho do amor que as pessoas tinham por ele. Ele sabia que era amado, mas tenho certeza que ele não imaginava o quanto ele era amado", contou.

Adriane também falou sobre o momento político do país e criticou o acirramento e a polarização. "Estamos vivendo um momento em que não podemos mais dar nossa opinião. Para mim é muito curioso. Não tem mais essa tal dessa democracia, ou é de uma cor ou de outra. Às vezes eu não sou de um lado nem de outro, quero outra coisa", disse.
 
Veja a entrevista.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Foto: Alô Alô Bahia. Siga o insta @sitealoalobahia.

NOTAS RECENTES