9 Apr 2021

Em entrevista, ACM Neto fala sobre 2022, preocupação com educação e faz críticas ao governo Bolsonaro

Em entrevista, ACM Neto fala sobre 2022, preocupação com educação e faz críticas ao governo Bolsonaro
O ex-prefeito de Salvador e presidente nacional do Democratas, ACM Neto, afirmou  nesta sexta-feira (9) que sua possível candidatura ao governo do estado em 2022 vai se tornando cada vez mais natural. Em coletiva de imprensa realizada de forma virtual, Neto falou também sobre o cenário político eleitoral, ressaltou que o momento é de focar no combate à pandemia, demonstrou preocupação com a situação da educação voltou a fazer críticas ao governo do presidente Jair Bolsonaro.
 
"Eu não disse sou pré-candidato, mas não escondo o desejo de ser. No momento certo o partido vai decidir e apontar o caminho. Aos poucos, vai se tornando cada vez mais natural a apresentação de uma candidatura minha ao governo", afirmou ele.
 
Sobre 2022, disse que há uma tendência no partido a buscar a construção de uma terceira via. Citou o nome do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta dentro deste debate em torno da sucessão presidencial. Voltou a falar de sua admiração por Ciro Gomes (PDT). "Ciro é um pré-candidato que tem que ser respeitado, tenho uma admiração grande pela vida pública de Ciro, pela capacidade de gestão, pelo conhecimento do Brasil".
 
"O Democratas hoje tem um quadro (Mandetta) que vem trabalhando pelo Brasil, levantando bandeira importante da saúde pública, se tornou referência no combate à pandemia, foi um ministro correto na sua atuação, conseguia falar com as famílias, passar segurança para as pessoas, sabia o que estava fazendo. Se tivesse continuando, com certeza o Brasil não estaria passando por essa situação", disse.
 
Ao falar de sua preocupação com a educação, cujas atividades foram comprometidas desde o início da pandemia, Neto não poupou críticas ao governo Bolsonaro, especificamente à condução do Ministério da Saúde. "Omissão lamentável do governo federal nesse campo da educação, irrelevância do Ministério da Educação nesse debate", afirmou.
acmnetoentrevistaaa-alo-alo-bahia
Fotos: Alô Alô Bahia. Siga o insta @sitealoalobahia.