20 Apr 2020

Deputado quer igrejas e templos religiosos como atividade essencial

Luan Santos

Jornalista, repórter, assessor e consultor de comunicação.

  Deputado quer igrejas e templos religiosos como atividade essencial O deputado estadual Samuel Júnior (PDT) apresentou um projeto de lei para incluir igrejas e tempos de qualquer culto como atividade essencial em períodos de calamidade pública na Bahia. Caso a proposta seja aprovada, igrejas e templos poderão ser permanecer abertos durante a pandemia do novo coronavírus, respeitando o número limite de pessoas. 

Recentemente, o deputado reclamou do que chamou de "perseguição de prefeitos" do interior do estado ao segmento evangélico durante esta crise do coronavírus. Segundo ele, em diversos municípios já há uma flexibilização para permitir o funcionamento do comércio, bares e restaurantes, mas proíbem a abertura das igrejas evangélicas. "Agora, prefeitos estão liberando comércio, até bares, mas não igrejas. Isso é uma perseguição dos prefeitos com o segmento evangélico", criticou.

Foto: Reprodução. Siga o insta @sitealoalobahia