24 Jul 2020

Covid-19: Prefeitura vai recorrer ao presidente do STF contra decisão relacionada ao Hospital Salvador

Covid-19: Prefeitura vai recorrer ao presidente do STF contra decisão relacionada ao Hospital Salvador O prefeito ACM Neto informou nesta sexta-feira (24) que o município vai recorrer ao próprio presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, contra a decisão individual do magistrado de suspender o funcionamento dos leitos de UTI exclusivos para pacientes com a Covid-19 contratados pela Secretaria Municipal de Saúde no Hospital Salvador.

O pedido para a suspensão partiu mais uma vez do reitor da Universidade Federal da Bahia, João Carlos Salles. Apesar de respeitar a decisão, o prefeito destacou que não há, por questões humanitárias e até de saúde pública, como retirar os pacientes que já estão internados nos leitos. ACM Neto frisou ainda que, assim que for notificada oficialmente da determinação provisória, a Prefeitura deixará de enviar novos pacientes para a unidade até que o recurso da Procuradoria Geral do Município seja julgado.

"Começamos a ocupar os leitos assim que obtivemos a decisão favorável na Justiça Federal diante da segunda ação do reitor da UFBA contra a Prefeitura. Acredito que teremos sucesso também nesse novo recurso, como tivemos nos outros dois anteriores, porque o ministro Dias Toffoli vai conhecer os argumentos do município e entender que não há risco algum em manter esse atendimento no Hospital Salvador. Enquanto isso, embora eu defenda que decisão judicial tem que ser cumprida, não temos como desocupar aqueles leitos já ocupados", disse ACM Neto.