20 Feb 2021

Como será o amanhã? Grandes empresários revelam suas expectativas para 2021

Como será o amanhã? Grandes empresários revelam suas expectativas para 2021
O desafio da pandemia do novo coronavírus vem com oportunidades e inovação é uma palavra importante para este momento. Apesar do desconforto, o mais perigoso é não mudar. Por isso, ouvimos empresários de destaque para saber como será o amanhã no mundo dos negócios.
 
“A inovação é essencial para rever e incrementar práticas e modelos de negócios vigentes, gerando aumento de produtividade e criando novos modelos de gestão, tendo, por exemplo, a convivência do Home Office com operações presenciais como algo que já se consolidou diante desse quadro de pandemia. Com certeza as várias formas de inovação poderão contribuir para que as empresas tenham melhores resultados e agreguem mais valor aos seus negócios”, Antônio Carlos Magalhães Júnior, presidente do conselho de administração da Rede Bahia.
 
 “Muito se fala sobre inovação como solução para o pós-pandemia. Não foi a primeira da história, não nego as marcas únicas e o terror das que se passaram, estamos em outros tempos. Talvez equilibrar as novidades e inovações com características fundamentais para a nossa saúde do corpo e de alma, para o futuro das próximas gerações. Uma sugestão dentre outras necessárias: confiabilidade”, Frank Geyer Abubakir, controlador e presidente do Conselho de Administração da Unipar.

 “Para nós o amanhã já é agora. Temos investido bastante em digitalização das nossas lojas. O nosso setor já estava em franca evolução no ambiente online assim como nas novas matrizes de eletrificação. O ‘novo normal’, que em nossa visão permanecerá em uma forma mais moderada, nos trouxe a necessidade de aceleração exponencial destas tecnologias”, Gercino Coelho, presidente do Grupo GNC.
 
 “Entendo que o grande desafio e inovação acontecerão nas relações interpessoais no ambiente profissional. Mais que se adaptar às novas tecnologias, a empresa terá que saber lidar com os novos anseios e comportamentos de colaboradores e liderados em um momento onde muitos valores estão sendo repensados. Vejo como uma mudança necessária e positiva”, André Sampaio, sócio da Axxo Construtora.

“Primeiro a esperança que a vacina chegue para todos, pois é a melhor ‘medida econômica’ e de saúde que podemos ter no momento e a consciência que o modo de pensar terá que mudar, com novas oportunidades e desafios surgindo para as organizações com um mundo baseado em inovação e inteligência digital para termos boa perspectiva no pós-pandemia”, Ademar Lemos, presidente do Grupo LemosPassos.

Fotos: Sora Maia e Divulgação. Siga o insta @sitealoalobahia.