17 Jul 2020

Coluna do Alô Alô Bahia no Jornal CORREIO completa 5 anos e Rafael Freitas faz retrospectiva

Coluna do Alô Alô Bahia no Jornal CORREIO completa 5 anos e Rafael Freitas faz retrospectiva
Comecei a escrever aos 17 anos, antes de entrar na faculdade de Publicidade e Propaganda. Tinha uma coluna em um pequeno site na qual falava, com toda a liberdade, sobre os fatos que me impressionavam. De lá para cá, não parei. Em 2011, lancei o Alô Alô Bahia, que rapidamente se tornou um dos sites mais badalados e acessados de Salvador. Durante os primeiros anos foram incontáveis furos e notícias exclusivas compartilhadas e replicadas por toda a imprensa do país, inclusive o Jornal Nacional, na Rede Globo, que divulgou, em horário nobre, uma matéria do Alô Alô Bahia - com os devidos créditos. Noticiei também, em primeira mão, a morte de Nelson Mandela, em 2013, após um familiar do ex-presidente da África do Sul que estava no Brasil confiar a mim a informação.
 
Daí em diante foi uma série memorável de grandes acontecimentos e fortes emoções. Em 2015, sob indicação de ACM Neto e a convite do brilhante – brilhante mesmo – Sergio Costa, então diretor do CORREIO, estreei uma coluna social no jornal, aos domingos, retratando com caráter e personalidade o cotidiano dos mais abastados, seus usos e hábitos. Não tinha a menor ideia de como era fazer coluna impressa, mas aceitei o desafio de bate e pronto.
 
O mundo mudou, mas sem essa de saudosismo. A impressão que tenho é que assim como o Benjamin Buttton do cinema, tenho ficado mais velho e perdido a noção do perigo, tornando-me desafiador e intrépido adolescente, pronto a revelar a minha alma, ao falar o que acredito ser certo e justo.
 
Nesse processo de regressão fantástica, torno-me criança novamente e divido com vocês, meus queridos leitores, essa coluna especial feita em homenagem ao nosso aniversário de 5 anos. E, tenham certeza, estamos apenas começando.
 
Rafael Freitas
 
P.S. A coluna será publicada durante todo o dia, em diversas matérias no Alô Alô Bahia e no Jornal CORREIO.
 
Foto: Pexels. Siga o insta @sitealoalobahia.