27 Oct 2020

Colégio Marízia Maior não retomará aulas presenciais em 2020

Colégio Marízia Maior não retomará aulas presenciais em 2020 O Colégio Marízia Maior, em Stella Maris, determinou nesta terça-feira (27) que não retomará as atividades em suas instalações em 2020. A instituição de ensino seguirá cumprindo o calendário previsto no formato EAD (Ensino à Distância), aguardando as próximas determinações das autoridades para definir o formato para 2021, cujas matrículas estão abertas sem reajuste de valores.

"Não faz sentido retornar às aulas presenciais para 15 ou 20 dias de atividades. Os alunos e nossa equipe estão bem adaptados à realidade atual, conseguimos desenvolver um sistema em que a grade está sendo cumprida com sucesso e consideramos que é a decisão mais acertada para a escola, para os pais e, principalmente para os alunos", reflete Carlos Maior, diretor administrativo.

A instituição também não reajustou os valores das matrículas para o próximo ano letivo, assim como manteve os custos com material escolar e fardamento. Pais que pagaram as mensalidades em dia foram beneficiados com descontos. Segundo Carlos, foram suspensos apenas descontos relacionados à bolsa-mérito, que valoriza o bom desempenho dos alunos. 

“Vamos seguir acompanhando de perto as notícias, sem pressa, cumprindo nosso dever com cautela e levando em conta as determinações das autoridades para a tomada de decisões”, finaliza o diretor, ciente das diversas mudanças e adaptações que devem acontecer no processo e no cronograma de aulas, sejam físicas, presenciais ou híbridas, no ano que vem.

Vale lembrar que o governo da Bahia prorrogou até 15 de novembro o decreto de suspensão das aulas presenciais nas redes estadual e privada. A medida iria se encerrar no último domingo (25), mas como vem acontecendo, não se concretizou.

Desde o início da pandemia, o Colégio Marízia Maior vem fazendo alterações na estrutura física e nos processos internos para atender aos protocolos de segurança, promovendo ações que impeçam aglomerações e outros comportamentos que impliquem no contágio entre as pessoas.

As salas de aula foram reformadas e passaram a ter maior ventilação natural, contando também com maior distanciamento entre as carteiras. As torneiras do colégio foram trocadas, dispondo agora de sensores para ativação e sempre com a presença de toners de álcool em gel e sabonete antibacteriano, que são operados com a ajuda dos pés. Além disso, a instituição promoverá visitas guiadas através de “tour virtual” e matrículas novas totalmente adaptadas para a internet, sem a necessidade de visitas presenciais ou utilização de contratos físicos.

“O momento pede que a educação como um todo se reinvente, mas nós tomamos a decisão de só voltar no ano que vem também para que pudéssemos realizar as mudanças que acreditamos ser essenciais para garantir que a nossa comunidade volte com segurança e conforto”, conclui Carlos Maior.

Foto: Divulgação. Siga o Insta @sitealoalobahia