22 Oct 2020

Colégio Isba vai fechar no final de 2020 após 56 anos de ensino

Colégio Isba vai fechar no final de 2020 após 56 anos de ensino A Associação Brasileira de Educação Familiar e Social (ABEFS), mantenedora do Colégio Isba, anunciou na tarde desta quinta-feira (22) o encerramento das atividades da instituição no final deste ano. Ao longo de 56 anos de história, a escola foi referência em ensino, sendo considerada uma das melhores escolas da capital baiana.

De acordo com comunicado publicado nas redes sociais do Colégio, o trabalho será encerrado apenas na Educação Básica, que inclui educação infantil, ensino fundamental e ensino médio. A nota ainda detalha um plano Plano de Ações que, entre outras medidas, prevê a integralização da carga horária prevista para o ano letivo de 2020, com cumprimento do calendário escolar; a manutenção do atendimento às famílias e aos discentes pela ABEFS até dezembro de 2021, para emissão de documentos, negociação de débitos, entre outros serviços.

Ainda na nota, a ABEFS garante que vai pagar todos os direitos trabalhistas aos funcionários; e o cumprimento dos compromissos firmados com parceiros comerciais e acadêmicos, entre os quais fornecedores e prestadores de serviços. 

"Ao longo de 56 anos de história, o ISBA consolidou-se como uma das melhores escolas da capital baiana, tornando-se referência de ensino de qualidade e vanguarda em educação. Ancorado em valores  humanísticos e nos avanços da Ciência da Educação, o Colégio ocupa lugar de destaque no cenário regional pelo pioneirismo, por exemplo, na promoção da iniciação esportiva no ambiente escolar, na educação ambiental, na implantação do currículo integrado e, mais recentemente, na modelagem de educação bilíngue com vivência da língua inglesa dentro da rotina escolar", diz trecho da nota.
 
"A ABEFS aproveita este momento para agradecer aos estudantes e ex-alunos do ISBA e às suas famílias pela confiança historicamente depositada em seu trabalho; aos professores e técnicos administrativos ativos e inativos pelo zelo e apuro técnico empenhados no planejamento e na implementação deste belo projeto pedagógico; aos parceiros comerciais e acadêmicos pela viabilização das atividades pedagógicas e administrativas ao longo dos anos; e, em especial, às fundadoras, representadas pela Maria Alice Teixeira da Silva, por sonharem e empreenderem com coragem e altivez, emprestando seu brilho à escola", finaliza a Associação.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Colégio ISBA (@colegioisbaoficial) em


Fotos: Reprodução. Siga o Insta @sitealoalobahia.