Carnaval de Salvador não deve ocorrer em julho, afirma Bruno Reis

O prefeito da capital baiana, Bruno Reis, afirmou nesta sexta-feira (22) que a realização do Carnaval depende da imunização da população e que a tendência é que ele não ocorra em julho. "O carnaval só poderá ocorrer após imunização em massa, após as três milhões de pessoas em Salvador serem vacinadas. Diante do cenário hoje, com o cronograma de vacina que temos, é fácil imunizar todo mundo até julho, para a gente realizar o carnaval? Se me perguntar qual é a tendência, eu digo que não é. Mas vai depender da vacina", disse.

O gestor citou ainda a possibilidade de um novo adiamento para o final do segundo semestre ou do cancelamento da festa este ano, mas afirmou que ainda é cedo para concretizar uma decisão. "Sem ter um cronograma exato da vacina, não dá para falar de carnaval", pontuou.

 

NOTAS RECENTES