Unidades da UFBA têm aulas e atividades suspensas após episódios de violência no entorno

redacao@aloalobahia.com

A Reitoria da Universidade Federal da Bahia (UFBA) recomendou a suspensão das aulas e atividades administrativas nesta segunda-feira (4), nos campi de Ondina, Canela, São Lázaro e Federação, com o objetivo de “garantir uma maior tranquilidade à comunidade”

A decisão é por conta da insegurança nas regiões do Alto das Pombas e no Calabar, comunidades encravadas entre os bairros da Federação, Barra e Ondina, e que registraram tiroteios desde o final de semana. A situação ficou ainda mais tensa nesta segunda, com registros de invasões de domicílios com moradores feitos reféns e ao menos cinco suspeitos mortos em confrontos com a Polícia Militar.

No campus de Ondina, alguns professores também já estavam optando por liberar os alunos, segundo informações dos próprios estudantes, antes mesmo da orientação. 

No comunicado, a direção da instituição também informa que solicitou às forças de segurança maior efetivo próximo aos locais de aula.

“A Reitoria da Universidade Federal da Bahia recomenda a suspensão das aulas e atividades administrativas hoje, 04 de setembro, nos campi de Ondina, Canela, São Lázaro e Federação, para garantir uma maior tranquilidade à comunidade. A Reitoria já entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública, solicitando reforço de policiamento no entorno de todos os campi da Universidade”, diz nota publicada no site da instituição.

Segundo o Jornal Correio, houve ameaça de toque de recolher nas duas comunidades durante a tarde, com publicações apócrifas nas redes sociais. 

No Alto das Pombas, tiroteios foram registrados durante a madrugada e, pela manhã, houve novo confronto na via ao lado do Cemitério Campo Santo entre suspeitos armados e PMs. No Calabar, houve tiroteios na noite de domingo e na madrugada desta segunda. Uma bala perdida atingiu um apartamento no 13º andar de um prédio na Graça. Nenhum morador ficou ferido.

*Publicado por João Galdea. Foto: Evandro Veiga/Arquivo CORREIO.

Leia mais notícias na aba Notas. Acompanhe o Alô Alô Bahia no TikTok. Siga o Alô Alô Bahia no Google News e receba alertas de seus assuntos favoritos. Siga o Insta @sitealoalobahia, o Twitter @AloAlo_Bahia e o Threads @sitealoalobahia.

NOTAS RECENTES