Calor extremo em Salvador: Prefeitura estuda plano de contingência

redacao@aloalobahia.com

A Prefeitura de Salvador ligou o alerta após a onda de calor que fez a sensação térmica chegar a quase 60°C no Rio de Janeiro e aumentar a temperatura em diversas regiões do Brasil. A gestão municipal estuda criar um plano de contingência para caso o mesmo ocorra na capital baiana.

Em coletiva de imprensa nesta terça-feira (21), Ana Paula Matos, Secretária de Saúde e vice-prefeita da cidade, afirmou que j teve conversas preliminares com o prefeito Bruno Reis e a pasta já começou a estudar possíveis medidas para caso as temperaturas aumentem em Salvador. 

Clique aqui e participe do canal do Alô Alô Bahia no WhatsApp


“O prefeito está absolutamente atento, ontem a noite mesmo ele despachou comigo sobre esse assunto, já me pediu encaminhamento de como está a questão da aquisição que a gente faz de protetor solar, a questão de água, pediu um plano de contingência que a gente está desenvolvendo em conjunto. Ele me pediu, inclusive, para verificar como é que outros estados, outras cidades estão fazendo para ver alguma sugestão", comentou Ana Paula.

“Hoje a gente não está nesse ambiente em Salvador que necessite. Então acho que a gente tem que ter muito cuidado com os recursos públicos. Temos que gastar aquilo na medida do que for necessário. A gente já tem conversado sobre os grandes eventos como Réveillon e Carnaval e naquilo que for necessário", completou.

A gestora afirmou que a capital ainda não possui necessidade do plano de contingência, mas haverá uma análise futura. "Estamos avaliando as questões epidemiológicas, verificando também se existe algum aumento nas unidades de saúde de alguém com insolação, alguém que tenha eventualmente uma situação de desidratação e ainda não identificamos", explicou.

"Mas como nós temos equipe em campo, nós já temos por histórico fazer essa entrega de protetor, fazer esse cuidado, e agora o prefeito pediu um cuidado a mais. Salvador ainda não chegou a [nível extremo de calor], então a gente está nessa questão prévia de organização, nossos índices ainda não são para tanto", completou.

A depender da situação, o plano de contingência poderá contar com entrega de protetores em regiões mais afetadas pelo calor, não somente para servidores, como é feito atualmente.


* Publicado por N.R. Com informações do iBahia. Foto: Shutterstock.​

​Leia mais notícias na aba Notas. Acompanhe o Alô Alô Bahia no TikTok. Siga o Alô Alô Bahia no Google News e receba alertas de seus assuntos favoritos. Siga o Insta @sitealoalobahia, o Twitter @AloAlo_Bahia e o Threads @sitealoalobahia.

NOTAS RECENTES