Biografia inédita retrata história do monumento do Cristo Redentor

redacao@aloalobahia.com

Em ocasião do seu aniversário de 90 anos, o Cristo Redentor ganha sua primeira biografia, fruto de uma pesquisa inédita realizada pelo escritor e jornalista Rodrigo Alvarez. Intitulada “Redentor”, a obra reconstitui a história do monumento, que se tornou um dos símbolos mais conhecidos do Brasil, a partir de documentos raros, depoimentos e entrevistas. Entre as personalidades consultadas está o Padre Omar Raposo, reitor do Santuário Cristo Redentor.

Recheado de momentos emocionantes, Redentor tece a trama política e social que levou um grupo de nacionalistas católicos a se mobilizar para arrecadar o que hoje equivaleria a 32 milhões de reais  e convencer a República a permitir a obra da estátua gigante no morro que os exércitos dos imperadores usavam para vigiar o país. O livro coloca luz também sobre a relação fraterna do engenheiro brasileiro Heitor da Silva Costa com o escultor francês Paul Landowski, aqueles que ao lado do Cardeal Leme poderiam ser chamados "pais do Cristo Redentor".

Rodrigo Alvarez também conta detalhes da eterna disputa da Igreja Católica com os órgãos federais que administram o entorno do monumento e traz uma narrativa inédita da "retomada" do Cristo Redentor, protagonizada por Omar Raposo, o "padre do Cristo". Além disso, apresenta todos os detalhes da construção do monumento.


Foto: Divulgação. Siga a gente no Instagram @sitealoalobahia e no Twitter @aloalo_bahia

 

NOTAS RECENTES