Bares e restaurantes do Rio Vermelho e Itapuã podem voltar a funcionar em horário normal

Os bares e restaurantes do Rio Vermelho e Itapuã vão poder voltar a funcionar das 12h à meia noite durante as sextas, sábados e domingos, mas terão que seguir algumas restrições para evitar aglomerações. As medidas foram anunciadas nesta quinta-feira (17) pelo prefeito ACM Neto. 

Com a nova resolução, fica proibido consumo e comercialização de bebidas em espaços públicos no Rio Vermelho e Itapuã, das 17h às 7h, entre sexta e domingo. "Poderão voltar a funcionar, em horário normal, de meio dia a meia-noite. Nós estamos proibindo a comercialização e consumo de bebidas em espações públicos nesses dois bairros, sexta, sábado e domingo. Das 17h às 7h. Nenhum tipo de bebida poderá ser comercializada no espaço público nesse período", explicou Neto. "Prefeitura vai fazer apreensão e não é apenas de ambulante. Se o particular levar isopor para beber em espaço público das 17h às 7h de sexta a domingo, vamos fazer apreensão mesmo", afirmou. "Sei que essa medida não agrada, mas não tem jeito".

Fica também proibida a venda de bebidas e comidas por bares e restaurantes para pessoas que estejam de pé. A comercialização só poderá ocorrer para clientes em mesas, nas áreas internas e externas. "Só para pessoas que estiverem sentada na mesa. 'Ah, foi ali no bar do restaurante, pegou a cerveja e saiu para tomar lá fora'. Não pode", disse o prefeito. As baianas de acarajé que atuam nos locais não serão afetadas. "A baiana não causa aglomeração", avaliou Neto.

Também vai haver uma delimitação com barreiras físicas das áreas externas dos restaurantes. "Isso principalmente para os Largos da Mariquita e de Santana", afirmou, dizendo que ali costuma haver uma mistura de mesas e cadeiras. "Vão ter que fazer uma delimitação para que fique claro quais as mesas e cadeiras que pertencem àquele bar", disse. Quem descumprir as medidas poderá ter alvará de funcionamento suspenso.

A medida vale também para quem estiver nas praias dos dois bairros. O movimento após às 17h costuma ser baixo, mas não pode ter isopor nem aglomerar com bebidas nesses locais. Para outros bairros, as medidas que continuam valendo são as do protocolo geral, destacou Neto. "Não haverá tolerância e haverá muita fiscalização", disse.

O prefeito disse que Salvador terá um "desafio do verão" para não permitir que a covid cresça no período, lembrando também que no fim de ano as pessoas tendem a sair mais para confraternizações. "Estamos com a taxa de ocupação das UTIs muito alta. 80% fechou ontem, muito alto. Apesar de estarmos conseguindo regular bem e tem a perspectiva de aumento contínuo de novos leitos", disse. Ele lembrou que pelo parâmetro do começo da retomada de atividades, com a taxa de ocupação atual tudo já teria sido fechado. "Estamos trabalhando com um parâmetro mais apertado", afirmou, dizendo que todos devem fazer "a sua parte".

Foto: @fabriciocostabr. Siga o insta @sitealoalobahia
 
 

NOTAS RECENTES