Bares e restaurantes da Bahia passam a exigir comprovante de vacinação a partir desta terça

Gabriela Cruz é jornalista, ilustradora e escreve para o Alô Alô Bahia. 

A partir desta terça-feira (11), os bares e restaurantes da Bahia passaram a exigir de seus clientes o comprovante de vacinação contra a COVID-19 com, pelo menos, duas doses ou dose única. Em papel ou pelos aplicativos Conect SUS e Carteira de Vacinação Digital, a confirmação serve como passaporte de acesso aos locais onde é preciso tirar a máscara.  O decreto Nº 21.027, que traz a medida anunciada pelo governador Rui Costa, foi publicado no Diário Oficial do Estado e vale por 15 dias.
 
“Tudo que sirva para prevenir que essa doença se alastre é válido”, acredita o empresário Flávio Bandeira Peres, sócio do chef Edinho Engel no Restaurante Amado. Para não ter saia justa com a clientela, a equipe passou a avisar sobre a necessidade do comprovante no momento da reserva.
lafavacio
À frente do Origem, Ori, Gem e Omi, Fabrício Lemos acredita que a medida demorou para ser adotada: “Sabendo que a teríamos um número maior de turistas no fim de ano, já poderia ter começado antes”, afirma. “Acho que essa medida vai fazer com que a gente, pelo menos, tenha um pouco mais de tranquilidade”, avalia o chef, que reforçou a necessidade de respeito ao decreto divulgando as novas medidas nas redes sociais dos restaurantes.
 
Os principais espaços gastronômicos de Salvador e RMS também usaram seus perfis no Instagram para informar sobre a obrigatoriedade da apresentação do comprovante de vacina. “Cada um tem que fazer sua parte e colaborar para que possamos superar este momento”, comenta Karine Queiroz. A empresária orientou suas equipes nos restaurantes Soho, Lafayette e Pepo a atualizarem os clientes que ainda não sabem do decreto.
0fdac7e3-212a-4e2f-97d6-a3868d5b9f4d
Matéria relacionada: 
 
Fotos: Alô Alô Bahia. Siga o insta @sitealoalobahia.

NOTAS RECENTES