Notas


15 Out 2019

Após discurso contundente contra o racismo, Roger Machado deve receber título de cidadão baiano

Luan Santos

Após discurso contundente contra o racismo, Roger Machado deve receber título de cidadão baiano Autor de um discurso contundente contra o racismo, o treinador do Bahia, Roger Machado, deve receber o título de cidadão baiano entregue pela Assembleia Legislativa da Bahia. No último sábado (12), após a derrota do Tricolor baiano para o Fluminense por 2 a 0, no Maracanã, Roger foi abordado sobre o tema racismo e foi muito além das respostas rasas normalmente vistas nas entrevistas de atletas e técnicos de futebol. A proposta para a entrega do título é do deputado estadual Osni Cardoso (PT). 

No discurso, Roger fez uma análise sociológica do tema e ressaltou que é preciso sair da fase da negação. "Negar e silenciar é confirmar o racismo. Minha posição como negro na elite do futebol é para confirmar isso. O maior preconceito que eu senti não foi de injúria. Eu sinto que há racismo quando eu vou no restaurante e só tem eu de negro. Na faculdade que eu fiz, só tinha eu de negro. Isso é a prova para mim", disse. 

Na partida, Roger e o técnico do Fluminense, Marcão, os dois únicos negros entre os treinadores do Brasileirão, usaram uma camisa da campanha do Observatório da Discriminação Racial no Futebol com a frase “Chega de Preconceito” estampada nas costas.

Foto: Reprodução. Siga o insta @sitealoalobahia