4 May 2021

Agravamento da pandemia faz vendas de veículos novos despencarem em abril

Agravamento da pandemia faz vendas de veículos novos despencarem em abril
As vendas de veículos novos no Brasil caíram 7,5% em abril ante março, período marcado por restrições no funcionamento das concessionárias em alguns dos maiores mercados do País em razão da segunda onda da pandemia. 

No total, 175,1 mil veículos foram licenciados no mês passado, entre carros de passeio, utilitários leves, caminhões e ônibus.

Na comparação com abril de 2020, quando o mercado foi reduzido a menos de 56 mil veículos em meio à paralisação completa de atividades não essenciais com o primeiro choque da pandemia, as vendas do mês passado mais do que triplicaram (alta de 214%).

As concessionárias iniciaram o mês passado com portas fechadas em vários estados em razão do agravamento da crise sanitária. Na segunda quinzena do mês, as revendas de São Paulo, o maior do país, voltaram a atender o público, mas em horário restrito a 8h por dia.

As vendas também seguem comprometidas pela falta de alguns modelos no mercado e fila de espera nas locadoras, um dos maiores consumidores de automóveis, em decorrência da irregularidade no abastecimento de peças nas linhas de montagem. O risco de contaminação, dada a piora da pandemia, também motivou paradas de linhas na maioria das montadoras entre o fim de março e começo de abril. Com informações do Estadão.

Foto: Divulgação. Siga a gente no Instagram @sitealoalobahia e no Twitter @aloalo_bahia