19 Oct 2020

ACM Neto critica aglomerações e manda fechar casa de show em Salvador

ACM Neto critica aglomerações e manda fechar casa de show em Salvador A festa paredão que reuniu uma multidão no bairro do Arenoso, em Salvador, na noite de sábado (17) para domingo (18) ainda está dando o que falar. Nesta segunda-feira (19), o prefeito ACM Neto criticou o comportamento das pessoas que participaram da aglomeração, e contou que mandou interditar uma casa de show que também reuniu centenas de pessoas em uma festa nesse fim de semana.

O prefeito comentou o caso durante a entrega de uma geomanta, nas proximidades do Dique do Tororó, nesta segunda. Em Salvador, por conta da pandemia, um decreto municipal proíbe grandes aglomerações, e permite apenas eventos que tiverem no máximo 100 pessoas. Na festa do Arenoso havia, segundo a Secretaria de Segurança Pública, cerca de 3 mil foliões.

“Vejam, na última sexta-feira, eu anunciei uma série de flexibilizações. A gente tem conseguido manter esse ritmo de retomada, agora, não dá para ser o ‘liberou geral’. Não dá para achar que não tem pandemia. É claro que uma cena como essa do Arenoso ou como da Ribeira, duas situações distintas - na Ribeira, evento fechado, no Arenoso, praça pública, rua toda tomada – mas não dá. Esse tipo de coisa só faz aumentar o risco [de contaminação]”, afirmou ACM Neto.

Ele contou que foi informado de um caso similar ao do Arenoso aconteceu na Ribeira, em uma casa de show. O gestor não divulgou o nome do estabelecimento, mas disse que determinou que a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) faça a interdição do local.

“Eu quero chamar a atenção para o que está acontecendo no mundo inteiro, e vocês que são da imprensa estão vendo e noticiando. Só que parece que alguns não enxergam. Tivemos aquele problema lamentável no final de semana no Arenoso, o paredão que reuniu milhares de pessoas. Eu recebi nas minhas redes sociais, hoje cedo, o vídeo de um evento que aconteceu na Ribeira. Eu já mandei para o secretário Sérgio Guanabara e pedi que ele interditasse aquela casa”, disse.

Neto afirmou que esses são casos pontuais, mas que continuarão sendo acompanhados e punidos pelos órgãos de controle da Prefeitura. ( via CORREIO).
 
Foto: divulgação. Siga o insta @sitealoalobahia.