42ª Noite da Beleza Negra terá reencontros musicais e homenagem ao centenário de Mãe Hilda Jitolu

redacao@aloalobahia.com

Neste sábado (28), a partir das 20h, na Senzala do Barro Preto, o bloco afro Ilê Aiyê realiza a 42ª Noite da Beleza Negra. O espetáculo tem roteiro e direção geral do dramaturgo, diretor teatral e roteirista baiano Elísio Lopes Jr.

Com o tema “Iroko é Liberdade – Um espetáculo para festejar o tempo”, a festa irá promover reencontros musicais e homenagear os centenários de Mãe Hilda Jitolu, matriarca do Ilê Aiyê, e de Agostinho Neto, herói nacional de Angola, além de também fazer uma reverência à memória de Sérgio Roberto dos Santos, idealizador da Noite da Beleza Negra, que faleceu no último domingo (22).

A cantora, compositora e dançarina Nara Couto faz a primeira participação da noite. Em seguida, a formação original do revolucionário grupo As Sublimes, com Isabel Filardis, Lilian Valeska e Karla Prietto, promete festejar a força que existe quando três mulheres pretas decidem se juntar e soltar a voz. Além disso, as cantoras Patrícia Gomes e Alobened, acompanhadas da Band'Aiyê, prometem colocar o público para vibrar, cantar e dançar. Por fim, o grande destaque do evento, claro, fica por conta da eleição da nova Deusa do Ébano.

"Estou assinando esse espetáculo pela sétima vez, com a mesma equipe. Essa equipe criativa, formada por Zebrinha, Jarbas Bittencourt, Renata Mota e Clarissa Torres, foi responsável pela construção de um novo formato e de uma nova estética para a Noite da Beleza Negra. Para nós, muito além do concurso, essa noite aponta direções, pautas e estéticas da arte preta. Os artistas querem esse palco, comemoram quando são convidados, doam seu ofício. E nós honramos essa responsabilidade. É a história do Ilê e a nossa colaboração criativa para o enaltecimento da nossa cultura preta e da nossa ancestralidade.", comenta Elísio Lopes Jr.

Foto: André Frutuoso. Também estamos no Instagram (@sitealoalobahia), Twitter (@Aloalo_Bahia) e Google Notícias.

NOTAS RECENTES