14 Jun 2020

4 mudanças na casa após a pandemia. Vem ver!

4 mudanças na casa após a pandemia. Vem ver! A pandemia mostrou que as pessoas podem e devem viver melhor em suas próprias casas, que o lazer e as necessidades na rua são importantíssimos, mas fundamental mesmo é estarem em um ambiente que possa acolher as suas individualidades. Sendo assim, o Alô Alô Bahia convidou o arquiteto baiano Márcio Davi para compartilhar algumas reflexões e oportunidades de melhoria na relação com esse ambiente tão importante.

Versatilidade

Integração, versatilidade e aproveitamento máximo dos ambientes para atender as diversas atividades da nossa rotina são a nova tendência. Em que espaços sejam “reversíveis” para novas utilizações, como é o caso dos home offices, ou de cozinhas que tenham a opção de integrar ou não à sala, uma televisão que atenda a dois espaços distintos, apostando na criatividade para que os ambientes mudem seu uso sem grandes dificuldades.

Novos hábitos

Uma cultura que se fortaleceu, com dois polos distintos, foi a da alimentação. Enquanto algumas famílias focam em cozinhar mais, experimentar novas receitas, outras optam pelo delivery. Em ambos os casos, temos dois impactos interessantes e serem partilhados com os clientes no desenvolvimento do projeto.
Aos que preferem cozinhar, observamos uma possibilidade grande de se valorizar mais esse ambiente, com cozinhas cada vez mais integradas ao cotidiano das pessoas, ligeiramente mais amplas e bem ventiladas, transformando o ato de cozinhar em um momento de lazer. Enquanto no segundo cenário, em que o delivery se consolidou não apenas como um hábito passageiro, pensar na recepção dessas entregas é um ponto de atenção. Pequenas opções de apoio, como uma área de recepção, com mesas e cadeiras com objetivo de apoiar as embalagens antes da higienização, enquanto se efetua o pagamento, passa a ser uma boa alternativa.

Micro ambientes

Um ponto que também apostamos é a criação de micro ambientes individuais, onde as pessoas possam curtir a si mesmas e curtir seu hábitos não compartilhados. Neste caso, podemos entender que uma poltrona alocada em um ponto estratégico da sala ou do quarto, com iluminação direcionada, é um ótimo ambiente para se apreciar um som, por exemplo. Outra possibilidade é apostar em colocar um tapete na varanda, próximo a um paisagismo e circulação de ar, transformando o local em um ótimo espaço para meditação.

Verde em casa

Quem nunca imaginou ter plantas em casa, com certeza, neste momento, pode dizer que estar em contato com a natureza está fazendo falta. Nessa leitura de aproveitar o espaço, apostamos também na introdução do paisagismo interno aos cômodos com mais intensidade, incluindo o cultivo de temperos e pequenas hortas residenciais.


Foto: Divulgação. Siga o insta @sitealoalobahia.