😷

infectados

😔

mortes

🙂

recuperados

8 Oct 2012

Do forninho do poder

Do forninho do poder

 Boca de forno! Coluna eletrônica no rescaldo das urnas das Eleições 2012 Preâmbulo e conselho: ignorem as pesquisas. Fracasso local e fracasso nacional. Alguém tá muito errado nisso ou o povo descobriu como galhofar com esse negócio de perguntar tanto. Para o segundo turno contatamos um escrete alto nível de socialites antenadas. Vamos fazer como antigamente e ouvir o clamor popular. Vamos para as ruas e rincões profundos, com nossas bolsinhas Goyard e nossos sapatinhos Chanel, pulando as poças e saltando os buracos, para ouvir, in loco, a vontade do povo. Assim, revisando os resultados. Bahia 1. Salvador: confirmando nossa previsão de segundo turno, ACM Neto e Nelson Pellegrino chegam à frente no primeiro turno das eleições em Salvador. E assim, Fabiana Pellegrino continua no páreo para ser a primeira-dama mais linda do Brasil! 2. Lauro de Freitas: Não deu pra Moema Gramacho. Muita química altera a cor do cabelo e, assim, deu Dr. Márcio - candidato de João Leão. 3. Simões Filho: Otto Alencar, vice-governador da Bahia, elegeu mais 60 prefeitos na Bahia, inclusive na cidade, e sai alando forte da eleição. 4. Camaçari: Luiz Caetano, em ritmo de arrocha (muito apertado), elegeu Ademar Delgado seu sucessor. 5. Feira de Santana: José Ronaldo foi mesmo homologado pelas urnas. Uma das maiores vitórias da política baiana. 6. Vitória da Conquista: Guilherme Menezes vai disputar o segundo turno com Herzém Gusmão. Não levou de primeira por 0,72% dos votos. 7. Itabuna: Vane do Renascer, do PRB, atropelou todo mundo e é o novo prefeito. Venceu com um pouco mais de 1000 votos de frente. 8. Candeias: na eleição vale-tudo da cidade-indústria, Francisco se reelegeu. 9. Madre de Deus: não houve surpresa alguma! Carmen Gandarella do PT volta a ser prefeita. 10. São Francisco do Conde: Rilza Valentim foi a prefeita mais votada da Bahia e ponto. Brasil 1. São Paulo: informações de bastidores nos permitiram antecipar que Fernando Haddad iria para o segundo turno. E foi! Vai disputar com o onipresente e sabichão Serra - candidato a tudo: prefeito, governador, presidente e, quem sabe, secretário geral da ONU. 2. Rio de Janeiro: Eduardo Paes saiu consagrado das urnas e comemorou com muito samba. Mais carioca impossível. Um fofo! 3. Belo Horizonte: Márcio Lacerda levou no primeiro turno; engrossou o pescoço de Eduardo Campos (miauuuuu!) e, de quebra, fez de Aécio Neves (miauuuuu! again) o nome mais importante do PSDB, ao menos até o fim do segundo turno. 4. Recife: Na mais espetacular arrancada dessa eleições, Geraldo Júlio, candidato do governador (e gato) Eduardo Campos, voou de 2% para vencer no primeiro turno. Com o tempero baiano do publicitário Raimundo Luedy, o rei do Recife - elegeu João Paulo (2 vezes), João da Costa e agora Geraldinho. Sucesso total. 5. Aracaju: nossos vizinhos sacramentaram João Alves, septuagenário político do DEM, único prefeito do outrora grande partido nacional. Balanço final: cravamos 53% de acertos. Nos saímos melhor que o IBOPE e o Datafolha. Voltamos ao tema às vésperas do segundo ou, há qualquer momento, em edição extraordinária.