Ferrari investe R$ 1,19 bi em fábrica para veículos elétricos

Ferrari investe R$ 1,19 bi em fábrica para veículos elétricos

Redação Alô Alô Bahia

redacao@aloalobahia.com
Publicado em 09/07/2024 às 16:52 / Leia em 2 minutos

A Ferrari, uma das montadoras automotivas mais famosas do mundo acaba de inaugurar seu novo “e-building”, uma fábrica de 200 milhões de euros, cerca de R$ 1,19 bilhão, dentro do complexo de Maranello, no norte da Itália.

É de lá que sairá o primeiro e aguardado carro elétrico da Ferrari, mas não será somente ele. A empresa também afirma que no prédio de 25 metros de altura e 42 mil metros quadrados, serão produzidos todos os motores de sua linhacomeçando pela híbrida plug-in SF90 Stradale e o SUV Purosangue, à combustão.

dfSeomb.md.png

A fábrica é classificada como 4.0, ou seja, praticamente todos os seus processos são automatizados. A previsão é que a produção comece até o fim de 2024. Porém, o primeiro carro elétrico ainda vai demorar mais um pouco, estando previsto só para o segundo semestre de 2025.

Apesar de outras grandes players do setor, como a Mercedes-Benz, Lamborghini e BMW, estarem revendo seus planos de eletrificação total, a Ferrari se mantém firme na meta de ter 80% da sua produção anual composta por eletrificados até 2030.

Preço milionário

Algumas especulações sugerem que a primeira Ferrari elétrica custe na casa dos 540 mil euros, algo em torno de R$ 2,97 milhões. Bem mais que os 286 mil euros que a Porsche cobra pelo seu Taycan Turbo GT, atual carro elétrico de produção mais caro do mundo.

Se a especulação estiver correta, o valor não será um grande problema para o novo público que a Ferrari pretende alcançar: o milionário ambientalista.

Alô Alô Bahia no seu WhatsApp! Inscreva-se

Compartilhe