Victoria Starmer, a nova ‘primeira-dama’ do Reino Unido é servidora pública e não concede entrevistas

Victoria Starmer, a nova ‘primeira-dama’ do Reino Unido é servidora pública e não concede entrevistas

Redação Alô Alô Bahia

redacao@aloalobahia.com

Antonio Dilson Neto

Justin Tallis/AFP

Publicado em 05/07/2024 às 17:31 / Leia em 2 minutos

Victoria Starmer, esposa de Keir Starmer, o novo primeiro-ministro do Reino Unido, trabalha no serviço público de saúde, é pouco fotografada e manteve um perfil discreto durante a campanha eleitoral, evitando os holofotes.

Desde que Keir Starmer se tornou líder do Partido Trabalhista em 2020 e durante a campanha eleitoral, Victoria Starmer não concedeu entrevistas e raramente participou da política.

Suas aparições públicas são escassas: nas estações de votação nos dias de eleição, nas arquibancadas do torneio de tênis de Wimbledon e no show da cantora de Taylor Swift em Londres, ou no Palácio de Buckingham para jantares e recepções.

Uma rara exceção foi quando ela subiu ao palco na conferência anual do partido em 2023, vestindo um vestido vermelho nas cores do Partido Trabalhista.

Mesmo com a mudança para Downing Street, endereço oficial do premiê britânico, a ex-advogada pretende continuar trabalhando como profissional de saúde ocupacional no Serviço Nacional de Saúde (NHS, da sigla em inglês).

Victoria Alexander foi criada no norte de Londres. Seu pai é um ex-contador de origem judaica-polonesa, e sua mãe era médica comunitária.

Ela estudou Direito na Universidade de Cardiff, no País de Gales, onde foi líder da união estudantil. Ela também trabalhou como voluntária na sede da campanha trabalhista sob Tony Blair antes de se tornar advogada em um escritório de advocacia. Depois disso, ela se juntou ao NHS.

O casal se casou em 2007 e tem dois filhos – um filho de 16 anos e uma filha de 13 anos, dos quais Starmer nunca menciona os nomes em público para proteger sua privacidade. Eles moram em Kentish Town, no distrito de Starmer no norte de Londres.

Enquanto o primeiro-ministro diz não ser religioso, sua esposa passou tradições judaicas para seus filhos, incluindo frequentar a sinagoga e jantares de sexta-feira à noite. Sempre pronto com um elogio para “Vic”, como ele se refere a ela, Keir Starmer disse à Vogue que sua esposa era “muito esperta e pé no chão”. Em outra entrevista, ele disse que seu atual trabalho lhe dava “uma visão direta diária dos desafios do NHS”.

Em Downing Street, os Starmers pretendem proteger seus filhos contra o holofote da mídia que está por vir, disse o líder trabalhista.

 

Alô Alô Bahia no seu WhatsApp! Inscreva-se

Compartilhe