Entrevistas


22 Dez 2017

Thomas Almeida fala sobre o mercado de iluminação decorativa na Bahia

Thomas Almeida fala sobre o mercado de iluminação decorativa na Bahia Thomas Almeida é um dos empresários mais jovens do segmento de decoração na Bahia. Em bate papo conosco, ele falou sobre sua história com as lojas Construcabos e Desigual Luz, os detalhes que envolvem iluminação decorativa - tendência atual e mundial, e também  nos deu dicas sobre composições de ambientes. Confiram!

Qual a diferença fundamental entre iluminação comercial e residencial?

Um bom briefing inicial, é extremamente necessário para o sucesso de qualquer projeto! Seja comercial ou residencial! Isso se passa por informações importantes e fundamentais que devem analisadas com o objetivo de obter o tão esperado resultado perfeito! Iluminar uma empresa é estar atento inicialmente ao que diz as normas técnicas, como por exemplo respeitar os cálculos para luminância dos ambientes. É importante saber a real necessidade para manter o trabalho confortável para o usuário colaborador.

Quando partimos para iluminar lojas, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais, ênfase nos móveis e objetos e de olho principalmente no consumidor alvo do negócio. A Luz deve estar sempre agradável, para aguçar no cliente, a vontade de retornar.

Quando partimos para as residências, precisamos viajar na criatividade, com interação total com o projeto arquitetônico! Aí cabe a nós, o profissional de arquitetura e os clientes, juntos desenvolver uma luminotécnica, onde a família obtenha através da luz, o conforto necessário, valorizando as particularidades de cada morador!

Qual o diferencial da iluminação cênica na composição dos ambientes?

A iluminação cênica representa o espetáculo das luzes.Através deste brilhante artifício, transformamos ambientes, criando cenários.O paisagismo por exemplo, pode ser contemplado com esta técnica, de forma exemplar. Existem produtos com a tecnologia LED, quando usados de forma correta, entregam formidáveis resultados. É muito comum, os clientes elogiarem muito o que entregamos.


Você comandava previamente a Construcabos e agora especializou seu negócio com a Desigual. Quais os desafios de trabalhar nesse novo ramo?

Sou movido por desafios! Há 16 anos comecei a trilhar meu caminho, comercializando cabos elétricos de porta em porta. Meu primeiro ponto comercial, era o porta malas do veículo.Passei por histórias, que dariam um livro, pequeno, porém instigante! Situações adversas que quando contadas, despertam a atenção. Minha família e meus amigos, ajudaram superar.

A Construcabos é a paixão de minha vida! Fiz muitos e grandes amigos.Continuo diariamente fazendo mais amigos. Esta loja me ensinou a trabalhar com clientes especiais e fieis. Eles cobram minha presença no dia a dia. Tenho verdadeiros soldados colaboradores, que a grande maioria está comigo a mais de 10 anos, pro que der e vier.

Deus agora me deu outra missão.Iluminar os lares, as lojas, as clínicas, os restaurantes e todas as pessoas que confiam no nosso trabalho.A receita para os desafios: honestidade, ética e trabalho duro, oferecendo um serviço Desigual.

Salvador é um mercado propício para investimentos em nichos do ramo decorativo?

Salvador é uma capital cheia de desafios. O mercado de decoração precisa dos empresários sérios e comprometidos, com um ambiente comercial saudável a todos.E nós temos, bons empresários que fomentam o mundo do mercado decorativo, investindo em boas práticas que consequentemente vai nos ajudar a resgatar os consumidores com potencial, que compram decoração fora da Bahia.Nós temos capacidade para ter e manter um polo da decoração sempre ativo.

Quais as linhas de iluminação decorativa que devem ser tendências no próximo ano?

Para o ano de 2018, vamos ver o design dos lançamentos da ultima Euroluce, em Milão. O moderno vem forte com o assimétrico! Existem Ateliers brasileiros, desenvolvendo peças incríveis. Vamos valorizar e dar atenção ao produto da nossa casa!

Quais as dicas para manter uma iluminação harmônica num ambiente?

Valorizar cada canto, iluminar com sutileza, evitando as extravagâncias, brincando com os tons e combinando com o estilo de vida dos que ali vão morar e passar muitos dias de suas vidas. De todo modo, a dica para desfrutar tudo o que a luz pode proporcionar, é não exagerar e observar a qualidade dos produtos.Na iluminação, o mais barato, na grande maioria das vezes, sai caro!

Final de ano é uma época que sempre remete à luz. Como usar uma iluminação natalina sem poluir o ambiente?  

Já que estamos nas festas de final de ano, as famílias devem sempre aproveitar o paisagismo para enfeitar com luz natalina. Na árvore de Natal, deixar o espírito natalino tomar conta e caprichar nas luzes! Boas festas e um ano novo iluminado a todos nós!

Foto: Reprodução. Siga o insta @sitealoalobahia