Entrevistas


21 Jul 2019

Marcus Jatobá, da Gran Empreendimentos, revela que irá investir 65 milhões nos próximos quatro anos no Horto Florestal

Marcus Jatobá, da Gran Empreendimentos, revela que irá investir 65 milhões nos próximos quatro anos no Horto Florestal A entrevista com o engenheiro civil Marcus Jatobá vem num momento importante. Ele, que se associou a Gran, incorporadora boutique que tem construído empreendimentos de luxo com alta qualidade e em bairros nobres de Salvador. Juntos, acabaram de apresentar ao mercado o novo projeto, o Terrazzo Santa Luzia, no Horto Florestal, e prometem cerca de R$ 65 milhões para os próximos 4 anos, todos também no bairro. Confere nosso bate papo exclusivo logo abaixo.

Alô Alô Bahia - Jatobá, fale um pouco sobre a sua experiência no Grupo JSouto, sua vivência com obras e sobre a parceria com a Gran Empreendimentos.

Marcus Jatobá - Eu sou engenheiro civil formado em 1996. A JSouto foi fundada pouco tempo depois, no ano 2000. Tem 19 anos de existência e começou como uma construtora voltada para atender ao seguimento do varejo. Ao longo desses anos acumulamos clientes como: McDonald’s, C&A, Riachuelo, Renner, Perini, GBarbosa... São mais de 600 mil m2 de obras realizadas em todo o Brasil.

Loja Renner na Oscar Freire - SP.  Obras sendo finalizadas para inauguração em agosto/19.

Em 2017, conheci um sócio da Gran e, analisando alguns investimentos, fizemos o primeiro negócio juntos. Percebi que a seriedade e maneira direta de condução dos assuntos tinha muita sintonia com o DNA da JSouto. Foi então que me associei à empresa. Visitei o Terrazzo Caminho das Árvores, construído por eles, gostei do que vi e isso me deu mais segurança ainda em fazer parte da sociedade. Assim passamos a atuar juntos e desenvolvemos o meu primeiro empreendimento com a Gran, o Terrazzo Santa Luzia, que com apenas 2 meses de lançado já conta com 50% das unidades vendidas. Na sequência, adquirimos um segundo terreno no Horto Florestal, cujo projeto já está em desenvolvimento, dessa vez numa parceria entre a Gran e a Construtora Civil.
 
AAB - Porque escolheu a Gran Empreendimento?

MJ - Porque tem Empreendimentos diferenciados, com alta qualidade e comprometimento com o bem-estar dos clientes. A Gran desenvolve produtos com excelente acabamento, bem localizados e feitos para morar bem sem precisar pagar muito por isso. Desenvolveram uma forma de atender as principais demandas dos clientes sem precisar de apartamentos muito grandes, por exemplo. A Gran tem um propósito. As pessoas que estão no dia a dia da empresa tem vaidade profissional para fazer sempre o melhor sem desperdiçar recursos.
 
AAB - Em que momento você percebeu o potencial do Horto Florestal e porque investir nesse bairro?

MJ - Há aproximadamente 2 anos percebemos que o bairro tinha potencial para outros empreendimentos, como o Terrazzo Santa Luzia. Hoje, o Horto Florestal é um dos bairros mais cobiçados pela classe média alta de Salvador. Um bairro de alto padrão, completo, que evoluiu, amadureceu e melhorou muito nos últimos 10 anos. Eu moro aqui desde esse tempo e pude viver essa evolução. Antes, o bairro não tinha nem serviço de conveniência e tínhamos que sair para absolutamente tudo. Hoje, temos uma outra realidade e não precisamos mais sair do bairro para nada. Temos delicatessen, supermercados, restaurante, pizzaria, cafés, salões de beleza, farmácias, lavanderia e cada vez chegando mais operações que completam e melhoram esse mix.
 
AAB - Fale sobre o novo empreendimento que lançaram. Como será o Terazzo Santa Luzia e quais os seus diferenciais?

MJ - O Terrazzo Santa Luzia é um edifício residencial. São 28 unidades distribuídas em 14 andares tipo, com plantas medindo entre 82 e 96m2. O projeto conta com academia, piscina com deck, salão de festas, espaço confraria, salão de jogos, brinquedoteca e miniquadra. Além disso, foi destinado um espaço comercial, com acesso completamente independente, onde teremos uma operação na área de estética/SPA, espaço fitness ou outra, com intuito de trazer ainda mais comodidade, praticidade e conforto aos moradores.

Acredito que esse empreendimento tem alguns diferenciais que merecem ser destacados. Primeiro, o projeto do arquiteto José Marcelino, que foi muito bem elaborado e permite uma flexibilidade de planta fantástica. Depois, o projeto de decoração de interiores, elaborado pelo arquiteto Flávio Moura, que traz a sua marca para o empreendimento. Por último, a entrega, a qualidade do produto e o compromisso com o prazo, já que estamos com uma equipe técnica de primeira linha. São profissionais extremamente experientes, que já projetaram e lideraram a construção de prédios de luxo em nossa cidade, dentre eles o Vale do Loire e o Morada dos Cardeais.
 
AAB - Quem está na linha de frente da Gran e qual o propósito que os une?

MJ - Temos profissionais e empresários bem-sucedidos no quadro societário. O engenheiro Hermano Viana, com experiência adquirida em grandes empresas como Odebrecht, está à frente das obras; o empresário e advogado Alexnaldo Lacerda está tocando a área comercial e o empreendedor e administrador de empresas André Azin, com larga experiência no mercado financeiro, com participação no desenvolvimento dos empreendimentos Pátio Santa Luzia e Arbus, cuida das finanças da empresa. Todos qualificados e pessoas comprometidas e muito sérias em seus negócios, com histórico empresarial de caráter e entrega. E muita, muita dedicação ao negócio. Isso nos uniu bastante. Vamos realizar muita coisa juntos e saberemos como investir no Horto Florestal. Temos um orçamento de 65 milhões para desenvolver nos próximos 4 anos esses 2 produtos. Um já completamente viabilizado e outro em desenvolvimento para ser lançar. Acredito que daqui para frente os compradores de imóveis vão ouvir falar muito da Gran Empreendimentos.
Fotos: Elias Dantas /Alô Alô Bahia. Siga o insta @sitealoalobahia.