Entrevistas


11 Ago 2018

Alô Alô Bahia entrega como vai ser o Dia dos Pais de Rafa, Pipo e Bell Marques

Alô Alô Bahia entrega como vai ser o Dia dos Pais de Rafa, Pipo e Bell Marques Em clima de Dia dos Pais, o Alô Alô Bahia conversou com Bell, Rafa e Pipo Marques. Pai e filhos nos contaram sobre desafios, planos profissionais e qual a programação do Dia dos Pais deles. Confere só!


Alô Alô Bahia: Qual será a programação de vocês para o Dia dos Pais?

Rafa: Ficaremos juntos do nosso pai, claro! Dia dos Pais sempre foi uma data especial que a gente valoriza muito, até porque crescemos com ele viajando sempre, mas, ao mesmo tempo, estando muito presente. É uma data que ele já deixa livre na agenda dele pra curtir com a gente e a gente, até hoje, já reserva pra ficar com ele também.
 
Alô Alô Bahia: Quais são os próximos passos e novidades que os fãs podem aguardar da carreira de vocês?

Pipo: Acabamos de lançar musica nova, Não Insista, e vamos trabalhá-la daqui pra frente. Estamos bem animados com a repercussão que ela vem ganhando em todo o Brasil!

Bell: Eu lanço em breve o DVD Bell Marques - Só As Antigas e me preparo pra celebrar 40 anos de trio elétrico! Caramba, é muita história, desde a primeira vez que toquei num trio, em 1979, até hoje! (risos)
 
Alô Alô Bahia: O que vocês mais admiram uns nos outros?

Rafa: Eu acho que admiramos uns nos outros a capacidade de ouvir, de valorizar a opinião de cada um. Desejamos muito o bem entre a gente e tudo o que dizemos e fazemos, seja profissionalmente ou na intimidade da família, é sempre com a melhor das intenções.
 
Alô Alô Bahia: O que vocês dariam de dicas de melhores presentes e programações para se fazer no Dia dos Pais?

Pipo: Se fazer presente! Foi o que nosso pai sempre nos “deu” de presente, mesmo com a correria que sempre foi a vida dele. Estar em família, estar ao lado do nosso pai, celebrar cada segundo do dia com ele é um grande presente, até mais pra gente do que pra ele!
 
Alô Alô Bahia: Quais são os maiores desafios de trabalharem no mesmo ramo artístico?

Rafa:
Sem dúvida, a rotina de viagens, que acaba nos afastando um pouco dos amigos nos fins de semana e também dos nossos pais. Enquanto estão todos curtindo, a gente está na estrada trabalhando.

Bell: Pra mim, como pai e como artista que conhece a estrada, o desafio é relaxar sabendo do cansaço que é pra eles viver essa vida da estrada, que é solitária. Mas sei também que tem o lado positivo, que vai compensar.


Foto: Divulgação. Siga o insta @sitealoalobahia.