Entrevistas


20 Mai 2019

Alô Alô Bahia entrevista Alice Ferraz, criadora do F*Hits, a primeira digital Media Company brasileira

Tamyr Mota

Diretor de conteúdo do Alô Alô Bahia. 

Alô Alô Bahia entrevista Alice Ferraz, criadora do F*Hits, a primeira digital Media Company brasileira Alice Ferraz, criadora do F*hits – primeira digital Media Company brasileira – trouxe pela segunda vez consecutiva o seu QG para o DFB Festival, este ano. O Alô Alô Bahia foi recebido por ela, no espaço, e em um bate papo descontraído, conversamos sobre moda, seu livro e influenciadoras do Nordeste. Confiram: 

Alô Alô Bahia: Você já foi considerada uma das 20 mulheres mais poderosas do país e uma das 500 mais influentes do mundo. Como seu deu isso?
Alice Ferraz: Com muito trabalho. Não venho de uma família de moda, vim de uma família tradicional de São Paulo, quando estudei nem existia faculdade de moda. Ninguém acreditava nesse trabalho de comunicação de moda, então fui cavando oportunidades e me dedicando com afinco. E é maravilhoso, porque posso mostrar para as pessoas que tudo é possível.

Alô Alô Bahia: você esteve recentemente, por exemplo, com a Carolina Herrera...
Alice Ferraz: Exatamente. E ela começou a marca dela aos 40 anos. Eu comecei o F*Hits, aos 40 anos, apesar de estar há 25 anos da moda. Então, essas listas que me posicionam me fazem provar as pessoas que com trabalho, podemos chegar onde quisermos. Esse propósito muda tudo.

Alô Alô Bahia: Como nasceu a ideia do F*Hits?
Alice Ferraz
: Eu trabalhava com moda há 15 anos. Tinha uma agencia de comunicação e assessoria de imprensa, muito bem posicionada no mercado, e comecei a fazer campanhas de desfiles. Em um determinado momento percebi que não estávamos convencendo com a mídia que era papel. Quando estava em Nova York, em uma semana de moda, vi um blogueira na primeira fila, ao ler seu conteúdo, pensei: é dessa forma em primeira pessoa que devemos apostar, para não ser distante.  Não poderia mais ser a marca falando da marca, precisava haver uma experiência.  Isso foi há 10 anos atrás, quando nem existia o Instagram. E de lá para cá, tudo me provou estar correta.

Alô Alô Bahia: E recentemente você lançou um livro impresso. Engraçado, né?
Alice Ferraz
: Recebi o convite da editora Gente, que já vendeu mais de 10 milhões de livros. Eles acharam que minha forma de comunicar era inclusiva e achavam que quem era da moda, seguia de forma exclusiva. Eu não acho que precisamos escolher uma coisa ou outra. O digital tinha que vim. Leio muito livro e consumo muita internet. E foi uma maravilha, já vendemos bastante e eu adoro. Estamos inclusive pensando em criar uma nova edição, já que em 2 anos tudo muda.

Alô Alô Bahia: E teve o lançamento em Salvador...
Alice Ferraz
: Para todo brasileiro a Bahia é especial. É um cartão postal mundial. Então, foi uma vontade minha de pertencer e me incluir dessa forma, mesmo não conhecendo muita gente lá.

Alô Alô Bahia: Explica esse conceito do QG F*Hits, que você leva para as semanas de moda...
Alice Ferraz: O QG é uma experiência "Phygital", ou seja, física e digital. As influenciadoras estão aqui, presencialmente e ao mesmo tempo, criando um conteúdo sobre o evento que é amplificado digitalmente. Então as pessoas podem vim aqui. Em São Paulo, fazemos palestras, encontros e minha vontade é fazer isso de cada vez mais imersiva. O QG F*Hits é poroso, quando ele está em Paris, ele tem a cara de Paris, e quando ele está em Fortaleza, ele tem a cara de Fortaleza.

Alô Alô Bahia: E vocês têm apostado em influenciadoras do Nordeste...
Alice Ferraz
: Sim bastante! Elas tem crescido muito dentro da rede. São pessoas trabalhadoras, organizadas, sérias, corretas, bem relacionadas, criando um conteúdo de qualidade. Então, venho inclusive para estar com elas.

Alô Alô Bahia: Como é essa curadoria?
Alice Ferraz
: Eu olho vários dados mas também se a pessoa quer ter essa profissão de criadora de conteúdo. Cada uma delas é considerada uma Publisher. Então, vejo se elas tem disponibilidade de viajar pelo mundo, por exemplo. Mas focamos muito em um conteúdo de qualidade, através do seu olhar.      

Alô Alô Bahia: E agora você faz parte do time de Mentores da Polimoda, para una pós graduação em Fashion Marketing...
Alice Ferraz: Exatamente. É uma parceria do F*Hits com o instituto líder de moda Italiana Polimoda, com a Pós-graduação em Fashion Marketing and Communications, onde me torno mentora do curso. Estamos ansiosos para fazer parte deste programa de pós-graduação e compartilhar nossa metodologia. Comunicação, publicidade e moda estão entre as várias indústrias que foram interrompidas nos últimos anos. Existe um espaço central para a Mídia Social, que cria uma onda de consciência, consideração e consumo, enquanto agrega valor à experiência do consumidor. Então, a questão não é sobre o uso das mídias sociais, mas sim sobre como as
mídias sociais são usadas.

Foto: Divulgação. Siga o insta @sitealoalobahia.